Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Effects of angico extract (Anadenanthera colubrina var. cebil) in cutaneous wound healing in rats / Efeitos do extrato de angico (Anadenanthera colubrina var. cebil) em feridas cutâneas de ratos

Pessoa, Wagner Soares; Estevão, Lígia Reis de Moura; Simões, Ricardo Santos; Barros, Maria Edna Gomes de; Mendonça, Fábio de Souza; Baratella-Evêncio, Liriane; Evêncio-Neto, Joaquim.
Acta cir. bras.; 27(10): 655-670, 2012. ilus, tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-14215

Resumo

PURPOSE: To study the effects of the angico extract (Anadenanthera colubrina var. cebil) on the healing of rat skin. METHODS: Twenty adult rats were divided into four groups of five animals each, the G4, G7, G14 and G21, which corresponds to the respective postoperative days. Each group received two incisions on skin and subcutaneous tissue in the right and left antimere of the thoracic region, separated by a distance of 2 cm. The right lesion was treated daily with saline and the left with the angico alcoholic extract (5%). At the end of each experimental period, animals were euthanized and fragments of the wound area, together with the edges were removed, fixed in 10% formaldehyde solution and processed for paraffin embedding. In the histological sections with 5 µm of thickness, were carried out immunohistochemical methods for detection of blood vessels (VEGF) and stained with hematoxylin and eosin for morphological analysis. Statistical analysis was done by ANOVA and Tukey test (p<0.05). RESULTS: Morphological analysis showed larger fibroblasts and a higher concentration of collagen fibers in days 7 and 14 in wounds treated with the angico extract. Morphometric analysis demonstrated a significant increase in the number of blood vessels in both the seventh and 14th days (p<0.01) in wounds treated with the angico extract. CONCLUSION: The angico alcoholic extract (Anadenanthera colubrina var. cebil) induces the acceleration of wound healing in skin wounds of rats.(AU)
OBJETIVO: Avaliar os efeitos do extrato de angico (Anadenanthera colubrina var. cebil) na cicatrização em pele de ratos. MÉTODOS: Ratos machos adultos (n=20) foram distribuídos em quatro grupos de cinco animais cada, a saber: G4, G7, G14 e G21, o que corresponde a quatro, sete, 14 e 21 dias de pós-operatório. Cada grupo recebeu duas incisões na pele compreendendo o tecido subcutâneo, nos antímeros direito e esquerdo da região torácica, separadas por uma distância de dois cm. A lesão esquerda com extrato alcoólico de angico (5%), iniciando-se logo após a cirurgia por 21 dias consecutivos. Ao final de cada período (4, 7, 14 e 21 de pós-operatório) experimental foram coletados fragmentos da área da ferida, fixada em formol a 10% e processadas para inclusão em parafina. Nos cortes histológicos com 5 µm de espessura, foram realizados métodos imunoistoquímicos para detecção dos vasos sanguíneos (VEGF) e coloração pela hematoxilina para análise morfológica. Os dados obtidos foram submetidos à análise estatística ANOVA complementada pelo teste de Tukey-Kramer (p<0,05). RESULTADOS: A análise morfológica mostrou fibroblastos mais volumosos e alta concentração de fibras colágenas no 7º e 14º dias nas feridas tratadas com extrato de angico. A análise morfométrica demonstrou aumento significativo no número de vasos sanguíneos no sétimo e 14º dias (p<0,01) de pós-operatório em feridas tratadas com extrato de angico. CONCLUSÃO: O extrato hidroalcoólico a 5% da casca e entrecasca do angico (Anadenanthera colubrina var. cebil) acelera a neoangiogênese em feridas cutâneas de ratos.(AU)
Biblioteca responsável: BR1.1
Localização: BR68.1