Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Avaliação física e dos níveis séricos de cortisol de bezerros neonatos da raça Nelore, nascidos de partos normais e auxiliados / Physical and serum cortisol levels evaluation of Nelore newborn calves born by normal and laborious parturition

Gasparelli, Everton R. F; Camargo, Diogo G; Yanaka, Rodrigo; Mendes, Luiz C. N; Peiró, Juliana R; Bovino, Fernanda; Perri, Sílvia H. V; Feitosa, Francisco L. F.
Pesqui. vet. bras; 29(10): 823-828, 2009.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-14352

Resumo

O presente trabalho visou avaliar a vitalidade e os níveis séricos de cortisol de bezerros neonatos, nascidos de partos eutócicos e auxiliados, bem como determinar os índices de partos distócicos em vacas receptoras de embriões nelores. Cerca de 310 bezerros foram avaliados. Observou-se a ocorrência de 38 partos distócicos (38/310) e de oito abortos (8/310). Os bezerros nascidos de partos distócicos mais duradouros, entre quatro e seis horas, apresentaram os maiores valores médios de frequência respiratória e dos níveis séricos de cortisol. A temperatura retal foi mais elevada em animais nascidos de partos laboriosos do que naqueles nascidos de partos normais. As taxas de morbidade e mortalidade em animais neonatos nelores foram de 77,93 por cento e 3,44 por cento, respectivamente. O emprego do escore APGAR, ao nascimento, demonstrou que 90 por cento dos bezerros apresentavam-se deprimidos, independente do tipo de nascimento.(AU)
The purpose of present study was to evaluate the vitality and the serum levels of cortisol from newborn calves by normal and laborious deliveries, and to obtain the distocia register in Nelore embryo recipient cows. Three hundred ten calves were evaluated. The register of 38 dystocic calvings (38/310) and 8 abortions (8/310) were observed. In newborn animals the morbity and mortality rates were 77.93 percent and 3.44 percent, respectively. Calves born after long dystocic calving, lasting 4-6 hours, showed the highest mean values of respiratory frequency and serum cortisol levels. Animals born after laborious calving presented higher rectal temperature than those born at normal calving. The APGAR score showed that 90 percent calves had signs of dullness independent of parturition type.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1