Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Emprego da membrana de celulose microfibrilar como enxerto na ceratoplastia penetrante de um sequestro corneano felino: relato de caso / Employment of microfibrillar cellulose membrane as a graft in penetrating keratoplasty for a corneal sequestration feline: a case report

Macedo, Luciana Ricciardi; Laus, José Luís; Credie, Renato Gonzalez; Liguori, Fernanda Teixeira.
MEDVEP. Rev. cient. Med. Vet.; 7(22): 323-328, jul.-set 2009. ilus
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-1483

Resumo

O sequestro corneano é uma condição comum em felinos. O processo patológico é crônico e caracterizado pela formação de uma placa escura na superfície corneana. Neste relato é descrito o caso de um felino Persa com ceratite ulcerativa crônica e sequestro profundo em olho esquerdo, em que a lesão corneana, o curso clínico e o tratamento apontavam para enucleação. A proposta deste trabalho é abortar e discutir questões sobre a etiopatogenia e o tratamento cirúrgico preservativo através da ceratoplastia profunda, usando o enxerto sintético da membrana de celulose microfibrilar Bionex® para manter a integridade do bulbo ocular afetado pela enfermidade(AU)
The corneal sequestration is a common condition of the feline cornea. The pathological process is chronic and characterized by dark plaque formation of on the corneal surface. In this report a case of Persian cat with chronic ulcerative keratitis and deep sequestration on the left eye, where the corneal injury, the clinic course and treatment pointed to enucleation. The purpose of this work is to board and discuss questions about the ethiology and preservative surgical treatment through keratoplasty using a graft of microfibrillar pulp membrane Bionex® to keep the integrity of the eye affected by the disease(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1