Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Mammary botryomycosis: two concomitant cases in mares: case report / Botriomicose mamária: dois casos concomitantes em éguas: relato de caso

Belli, C. B; Fonte, J. S; Torres, L. N; Gondin, M. R; Maiorka, P. C; Fernandes, C. B.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online); 70(2): 342-346, mar.-abr. 2018. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-14857

Resumo

Mammary disorders in mares are rare and usually only one animal per paddock is affected. In this report, two mares with 7 and 9 years old, were concomitantly diagnosis of chronic pyogranulomatous mastitis, associated with the Splendore-Hoeppli reaction, indicative of botryomycosis a rare, chronic suppurative disease with microabscess formation, characterized by in vivo formation of eosinophilic materials around microorganisms or biologically inert material. Various bacteria can cause botryomycosis in horses, and the most frequently isolated one is Staphylococcussp., particularly S. aureus. This report confirms the role of Staphylococcus sp.; however, specifically S. hyicus and S. cohnii that prior to the current report, had not been associated with cases of botryomycosis.(AU)
Enfermidades mamárias em éguas são raras e, normalmente, apenas um animal é afetado. Neste relato, duas éguas, de sete e nove anos, foram diagnosticadas concomitantemente com mastite crônica piogranulomatosa, associada com reação de Splendore - Hoeppli, indicativa de botriomicose, uma doença crônica supurativa rara, com formação de microabscessos caracterizados pela presença de material eosinofílico em torno dos microrganismos ou de material biologicamente inerte. Várias bactérias podem causar botriomicose em cavalos, sendo Staphylococcus sp., particularmente S. aureus, as mais frequentemente isoladas. Este relato confirma o papel do Staphylococcus sp, no entanto este é o primeiro relato em que S. hyicus e S. cohnii foram identificados em lesões relacionadas à botriomicose.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1