Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Estudo da eficácia da Aloe vera como crioprotetor vegetal na refrigeração de espermatozoides epididimários de bovinos / Study of Aloe vera efficacy as a plant origin extender in the cooling on bovine epididymal spermatozoa

Farias, Camilla Flávia Avelino de; Tork, André Luiz Pereira; Rique, Alex Souza; Queirós, Aline Francelina de; Silva, Sildivane Valcácia.
R. bras. Reprod. Anim.; 43(3): 787-794, jul.-set. 2019. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-15274

Resumo

Objetivou-se testar concentrações de Aloe vera para produção de diluidor vegetal na refrigeração espermática. Amostras obtidas de epidídimos bovinos foram recuperadas e homogeneizadas para formação do pool. Sete grupos experimentais foram formados: GC= Grupo TRIS-Gema; G5= AV5%+1,488g frutose; G10= AV10%+1,488g frutose; G20= AV20%+1,488g frutose; GF5= AV5%+2,976g frutose; GF10= AV10%+2,976g frutose; GF20= AV20%+2,976g frutose. Os grupos foram submetidos às avaliações de quantificação de açúcares redutores; reologia; potencial hidrogeniônico (pH) a 5 °C e 37 ºC; motilidade subjetiva, integridade e funcionalidade da membrana plasmática nos períodos T0 (momento diluição) e T2 (ao atingir 5 ºC); crescimento microbiológico após 48h e 72h de refrigeração. Os G20 e GF20 apresentaram maior (p0,05) na integridade e funcionalidade da membrana plasmática entre grupos e tempo de avaliação. No crescimento microbiológico, após 72h, o G20 apresentou efeito antimicrobiano. Conclui-se que concentrações de extrato de Aloe vera interferem negativamente na motilidade de espermatozoides epididimários bovino, porém preservam a integridade e funcionalidade da membrana plasmática e apresentam efeito antimicrobiano. Estudos para determinação da viscosidade ideal do extrato e aprimoramento da confecção deste possível diluidor vegetal devem ser encorajados.(AU)
The current study aimed to test concentrations of Aloe vera for production of plant origin extender to sperm cooling. Samples obtained from bovine epididyms were recovered and homogenized for pool formation. Seven groups were performed: GC= TRIS-egg yolk Group; G5= AV5%+1.488g fructose; G10= AV10%+1.488g fructose; G20= AV20%+1.488g fructose; GF5= AV5%+2.976g fructose; GF10= AV10%+2.976g fructose; GF20= AV20%+2.976g fructose. The groups they were submitted to the quantification of sugar reduction; rheology; hydrogenation potential (pH) at 5 °C and 37 °C; subjective motility, integrity and functionality of the plasma membrane at T0 (dilution moment) and T2 (reaching 5 ºC) periods; microbiological growth after 48h and 72h by refrigeration. The G20 and GF20 presented higher (p0.05) were observed in the integrity and functionality of the plasma membrane among groups and times of evaluation. In the microbiological growth, after 72h, the G20 presented antimicrobial effect. Therefore, concentrations of Aloe vera extract negatively interfere with bovine epididymal sperm motility, but preserve integrity and functionality of spermatozoa plasma membrane and present antimicrobial effect. Studies to determine the ideal viscosity of the extract and improvement of the preparation of this possible plant origin extender should be encouraged.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1