Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Environmental and dam effects on cannibalism in Wistar rat litters / Efeito do ambiente e da matriz sobre o canibalismo em filhotes de ratos Wistar

Tarôco, Graziela; Gaya, Leila; Resende, Daniela Regina; Santos, Ivan Carlos dos; Madureira, Ana Paula.
Acta Sci. Biol. Sci.; 37(2): 225-229, abr.-jun. 2015.
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-15822

Resumo

The factors related to cannibalistic behavior of dams in a Wistar rat colony are identified and analyzed. The maternal genetic effects were tested as a random effect by the method of generalized linear models. The season at parturition, the dam´s age at parturition and the density of the room at parturition were tested as fixed effects, whereas the litter size at birth was tested as a co-variable. The genetic effect of the dam was significant for the number of cannibalized pups. Although the season at parturition, the dam´s age and room density on the day of parturition were not individually significant (p > 0.05), most of the interactions between the variation sources were significant (p 0.05). Cannibalism occurred mostly in dams aged over 241 days, with parturition during spring. So that occurrences of cannibalism could be avoided, dams with the smallest number of cannibalized pups should be selected, coupled to dams younger than 241 days, breeding during spring. The above strategies may reduce the number of couples in the vivarium and increase their production efficiency.(AU)
O objetivo deste estudo foi identificar os fatores relacionados ao comportamento de canibalismo das fêmeas em uma colônia de ratos Wistar. Os efeitos genéticos maternos foram testados como efeito aleatório usando o método dos modelos lineares generalizados. A estação do parto, a idade da fêmea ao parto e a densidade da sala ao parto foram testados como efeitos fixos e o tamanho da ninhada ao nascimento foi testado como covariável. O efeito genético da matriz foi significativo para o número de filhotes canibalizados. A estação do ano ao parto, a idade da matriz e a densidade da sala no dia do parto quando testados separadamente não foram significativos (p > 0,05), porém, a maioria das interações entre estas fontes de variação foram significativas (p 0,05). O canibalismo ocorreu em maior frequência em fêmeas com idade superior a 241 dias durante a primavera. Para evitar o canibalismo na população estudada, recomenda-se a seleção de fêmeas com menor número de filhotes canibalizados e a maior utilização de matrizes com idade inferior a 241 dias durante a primavera. Estas estratégias podem promover a redução do número de casais necessários no biotério e aumentar sua eficiência reprodutiva.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1