Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Minilaparoscopia outra abordagem para a laparoscopia em pequenos animais: revisão de literatura / Minilaparoscopy Another approach for small animals laparoscopy: Literature review

Lawall, Thaíse; Beck, Carlos Afonso de Castro; Gonçalves, Monalyza Cadori; Santos, Bruna Santos dos; Cunha, Renata Ferreira da; Campos, Bruno.
Vet. Foco; 13(2): 87-98, jan.-jun. 2016.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-15931

Resumo

Laparoscopia é uma cirurgia minimamente invasiva realizada através de pequenas incisões mantidas abertas através de portais denominados trocartes, por onde instrumentais penetram o abdômen e alcançam o foco cirúrgico. Diferentes abordagens cirúrgicas pela técnica aberta em pequenos animais já foram descritas e tiverem viabilidade comprovada. No segmento da cirurgia de invasão mínima, alguns métodos laparoscópicos vêm sendo propostos variando entre si em relação ao posicionamento, quantidade e tamanho dos trocartes, além dos métodos de hemostasia empregados. A minilaparoscopia é o acesso laparoscópico abdominal através da utilização deum portal de 5 ou 10 milímetros (mm), o qual deve ser de posição umbilical, enquanto os demais obrigatoriamente devem apresentar 3mm ou menos. Não é uma modalidade recente na cirurgia humana, é considerada a evolução mais sofisticada da cirurgia laparoscópica, apresenta muitos outros benefícios além do apelo estético; visto que a lesão relacionada ao dano cirúrgico não se resume as somas das incisões realizadas. A técnica minilaparoscópica (MINI) é promissora e reina pela delicadeza e precisão dos movimentos, sem perda da triangulação, essencial ao padrão laparoscópico. Assim, o presente trabalho teve por objetivo trazer uma revisão bibliográfica sobre cirurgia MINI.(AU)
Laparoscopy is minimally invasive surgery performed through small incisions kept open with tubes called trocars. Through trocars, all laparoscopic instruments are enabling to reach the area of surgery. Many different open access surgical approaches in small animal have been described and have proven viability. In the segment of minimally invasive surgery, some laparoscopic approaches have been proposed with different position, number and size of trocars and hemostatic method used. The minilaparoscopy (MINI) access uses one 5 or 10mm portal, which must be in the umbilical position, while the other portals must be 3mm or less. MINI is not a new modality in human laparoscopic surgery. Considered the most sophisticated evolution of laparoscopic surgery, the technique has many other benefits beyond the aesthetic; since the injury caused by the damage of surgery is not just the sum of the incisions. The technique stands out for the delicacy and accuracy of the movement without loss of triangulation, essential for the laparoscopic model. Thus, the goal of this study was to perform a review of MINI technique.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1