Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Utilization of solid residue from shrimp culture biofloc system for microalgae Navicula sp. production / Utilização do resíduo sólido de cultivo de camarão em sistema de biofloco para produção da microalga Navicula sp.

Abreu, Jéssika Lima de; Brito, Luis Otavio; Moraes, Laenne Barbara Silva de; Silva, Débora Louise Barros; Barbosa, Sílvia Mariana da Silva; Gálvez, Alfredo Olivera.
B. Inst. Pesca; 42(4): 780-790, out./dez. 2016. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-16070

Resumo

The objective of this study was to evaluate the growth of microalgae Navicula sp. using solid residue from a biofloc cultivation system as culture medium compared to Conway medium. Two experiments were conducted with and without the addition of trace metals, in which each experiment had five treatments with three replicates each: R0C100 (100% Conway); R25C75 (25% residue and 75% Conway); R50C50 (50% residue and 50% Conway), R75C25 (75% residue and 25% Conway) e R100C0 (100% residue). The cultures were performed in Erlenmeyer flasks of 1 L for 10 days, with full photoperiod and initial innoculum of 5x104 cells. mL-1. Daily counts were carried out to monitor the maximum cell density, doubling time and growth rate. The pH and temperature were measured at the beginning and at the end of the experiments. For statistical analysis were used the Cochran, Shapiro Wilk, ANOVA and Tukey (P <0.05) tests. The pH and temperature remained within the cultivation patterns in the two experiments. The culture medium with shrimp culture biofloc residue had similar result to the Conway medium, and displayed satisfactory for the development of microalgae Navicula sp., highlighting that the presence of trace metals has encouraged the growth of the species.(AU)
O objetivo do trabalho foi avaliar o crescimento da microalga Navicula sp. utilizando resíduo sólido de um cultivo em sistema de bioflocos como meio de cultura em comparação ao meio Conway. Foram realizados dois experimentos, com e sem adição de metais traços, sendo que cada experimento teve cinco tratamentos com três repetições cada um: R0C100 (100% Conway); R25C75 (25% resíduo e 75% Conway); R50C50 (50% resíduo e 50% Conway), R75C25 (75% resíduo e 25% Conway) e R100C0 (100% resíduo). Os cultivos de alga foram realizados em erlenmeyers de 1 L durante 10 dias, com fotoperíodo integral e inóculo inicial de 5x104 cél. mL-1. Realizaram-se contagens diárias para acompanhamento da densidade celular máxima, tempo de duplicação e velocidade de crescimento. O pH e a temperatura foram mensurados no início e no final dos experimentos. Para as análises estatísticas, utilizaram-se os testes de Cochran, Shapiro Wilk, ANOVA e Tukey (P < 0,05). O pH e a temperatura mantiveram-se dentro dos padrões de cultivo nos dois experimentos. O meio de cultura com resíduo de cultivo de camarão em biofloco apresentou resultado semelhante ao do meio Conway e mostrou-se satisfatório para o desenvolvimento da microalga Navicula sp., ressaltando que a presença de metais traços favoreceu o crescimento da espécie.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1