Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Análise comparativa entre a vascularização ventricular e do nó sinoatrial em gatos / Comparative analysis between ventricular and sinoatrial node vascularization in cats

Biasi, Caio; Borelli, Vicente; Benedicto, Hildebrando G; Pereira, Miler R; Favaron, Phelipe O; Bombonato, Pedro P.
Pesqui. vet. bras; 32(1): 78-82, jan. 2012. ilus
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-1670

Resumo

A possível existência de interdependência na nutrição de territórios atriais e ventriculares tem sido objeto de preocupação por partes dos cardiologistas, especialmente no que tange a vascularização do nó sinoatrial e sua dependência apenas de uma artéria coronária ou de ambas e de sua relação com o predomínio destes vasos na vascularização ventricular. Assim, este estudo objetiva avaliar a relação da irrigação do nó sinoatrial e a origem e a predominância das artérias coronárias na vascularização dos ventrículos, para tanto utilizou-se 30 corações de gatos sem raça definida adultos, machos e fêmeas, sem sinais de afecção cardíaca. Os corações foram injetados pela aorta torácica com Neoprene Latex 450, corados com pigmento vermelho e dissecados posteriormente. Verificou-se que quando ocorria predomínio da vascularização ventricular do tipo esquerda (63,34 por cento) a irrigação do nó sinoatrial ficou predominantemente na dependência do ramo proximal atrial direito (78,9 por cento) ou com menor freqüência pelo ramo proximal atrial esquerdo (21,1 por cento). Na vascularização ventricular do tipo equilibrada (33,34 por cento), a irrigação do sinoatrial ficou na dependência mais freqüentemente do ramo proximal atrial direito (80 por cento), ou com menor freqüência a nutrição do nó se deu pelo ramo proximal atrial esquerdo (20 por cento). Em um caso isolado, ocorreu a vascularização ventricular do tipo direita (3,34 por cento), a nutrição do sinoatrial, ficou na dependência exclusiva do ramo intermédio atrial direito. Estes resultados indicam que nesta espécie não existe relação entre a irrigação do nó sinoatrial e o tipo de vascularização ventricular, independentemente do sexo.(AU)
The possible existence of interdependence in the blood nutrition of both atrial and ventricular territories has been a subject of concern to cardiologists, mainly related to vascularization of the sinoatrial node and its dependence on just one coronary artery or both, and its relation with the predominance of these vessels in the ventricular vascularization. Therefore, this research aimed evaluated the relation of blood irrigation of the sinoatrial node in relation to the coronary artery predominance in the ventricle vascularization. In doing so, we analyzed 30 hearts of cats without pedigree, males and females, adults of several ages. They were not carrying any heart problems. The hearts were injected by the thoracic aorta with Neoprene Latex 450, stained with red pigment, and then they were dissected. It was found that when there was a prevalence of ventricular vascularization of the left type (63.34 percent) the sinoatrial node irrigation was predominantly in the dependency of the Ramus proximalis atrii dextri (78.9 percent) or with less frequency by Ramus proximalis atrii sinister (21.1 percent). In the ventricular vascularization of the balanced type (33.34 percent), the pacemaker irrigation was in dependence more often of Ramus proximalis atrii dextri (80 percent) or with less frequency the nutrition of the sinoatrial node occurred by Ramus proximalis atril sinister (20 percent). In a single-case, we observed the ventricular vascularization of the right type (3.34 percent), the pacemaker nutrition was in an exclusive dependence of the Ramus intermedius atril dextri. These results suggest in this species there is no relationship between both the sinoatrial node irrigation and the type of ventricular vascularization, regardless of gender.(AU)
Biblioteca responsável: BR1.1
Localização: BR68.1