Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Adição da proteína específica do oviduto de porcas (pOSP) e da melatonina em meios de maturação e o efeito na clivagem in vitro de embriões suínos / Addition of the oviduct specific protein of porcine (pOSP) and melatonin in maturation media and their effect on the in vitro production of pig embryos

Kawamoto, T. S; Amorim, L. S; Oliveira, L. L; Shiomi, H. H; Costa, E. P; Guimarães, J. D.
Arq. bras. med. vet. zootec; 68(6): 1497-1504, nov.-dez. 2016. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-17254

Resumo

No presente estudo, utilizou-se a melatonina e a proteína específica do oviduto (pOSP) nos meios de maturação in vitro. Foram avaliadas a expansão do complexo cumulus-ovócito (CCOs), as concentrações intracelulares de espécies reativas de oxigênio (ROS) e o desenvolvimento embrionário nos diferentes grupos (C = controle; T1 = somente com melatonina; T2 = com melatonina e pOSP e T3 somente com pOSP). No tocante à expansão do CCOs, houve diferença (P<0,05) dos valores obtidos no grupo C em relação aos valores médios dos grupos T1, T2 e T3, porém não houve diferença entre os valores obtidos nos tratamentos (P>0,05). Na dosagem de ROS, não houve diferença entre os valores médios obtidos no grupo C (26,4±10,9) e o valor verificado no grupo T1 (23,4±7,8), porém no grupo T2 (21,3±9,7) o valor médio mostrou-se satisfatório em relação ao valor do grupo C. No entanto, o valor médio do grupo T3 (16,6±10,5) foi o que demonstrou resultado mais satisfatório quando comparado aos demais grupos (P<0,05). A produção de embriões foi avaliada por meio da taxa de clivagem. Não houve diferença (P >0,05) entre os valores obtidos entre o grupo C (48,9 %) e os valores verificados nos grupos T1 (51,5 %), T2 (50 %), T3 (57,7 %), nem destes entre si. Este estudo permitiu concluir que a proteína específica do oviduto recombinante e a melatonina foram eficientes em melhorar a expansão dos CCOs. Além disso, as células tratadas com pOSP mostraram-se com menor quantidade de ROS, podendo a pOSP ser considerada um antioxidante proteico.(AU)
The present study used melatonin and recombinant oviduct specific protein (pOSP) in in vitro maturation medium (IVM). The expansion of the cumulus-oocyte complexes (COCs), the intracellular concentrations of reactive oxygen species (ROS) and embryo development of the different groups were evaluated (C = control; T1 = melatonin; T2 = melatonin and pOSP and T3 = pOSP). Regarding the COCs expansion, the groups T1, T2 and T3 showed satisfactory results compared with group C (P<0.05), but there was no difference between treatments (P>0.05). In the ROS dosage, there was no difference between the mean values obtained in group C (26.4 ± 10.9) and group 1 (23.4 ± 7.8). However, in group 2 (21.3 ± 9.7), the average value was found to be satisfactory in relation group C. Despite that, the average value of treatment 3 (16.6 ± 10.5) was the most satisfactory result found compared to the other groups (P<0.05). The production of embryos was evaluated by cleavage rate, there was no difference between the values obtained in group C and the values recorded in groups T1 (51.5 %), T2 (50 %), T3 (57.7 %), and among them. This study showed that the pOSP and the melatonin were effective in the improvement of the expansion of COCs cells. In addition, the cells that were treated with pOSP presented a lower amount of ROS, allowing the pOSP to be considered a proteic antioxidant.(AU)
Biblioteca responsável: BR1.1