Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Produção in vivo de embriões ovinos / In vivo production of ovine embryos

Pinto, Pedro Henrique Nicolau; Balaro, Mario Felipe Alvarez; Arashiro, Eduardo Kenji Nunes; Batista, Ríbrio Ivan Tavares Pereira; Oliveira, Maria Emília Franco; Bragança, Gláucia Mota; Fonseca, Jeferson Ferreira; Brandão, Felipe Zandonadi.
R. bras. Reprod. Anim.; 41(1): 208-216, Jan-Mar. 2017.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-17304

Resumo

A presente revisão tem por objetivo abordar os aspectos técnicos em estudos nas diferentes etapas damúltipla ovulação e transferência de embriões em ovinos (MOTE). Apesar dos inúmeros avanços a altavariabilidade de resposta à superovulação ainda é um entrave para esta biotécnica. Visando driblar este gargalodiferentes estratégias têm sido testadas para selecionar fêmeas com melhor potencial de resposta, como acontagem de folículos antrais, pré-seleção com eCG, repetibilidade de resposta, dosagem do hormônio antiMüllerianoe sincronização da onda folicular. Ajustes de protocolos superovulatórios modificando a frequência,o número de aplicações e a diminuição da dose total de FSH, têm sido testados. Outra tendência é a substituiçãode procedimentos cirúrgicos por técnicas menos invasivas, prezando pelo bem estar animal e também pelasimplificação de processos. Resultados satisfatórios para avaliação de doadoras por ultrassonografia ao invés delaparoscopia ilustram esta tendência. Adicionalmente, a inovulação não cirúrgica já se mostra exequível. Porém,etapas como a seleção de receptoras e a criopreservação de embriões também têm potencial para melhorar osíndices. Associando os esforços e resultados de diferentes linhas de pesquisas, a MOTE em ovinos têm evoluídoe seu uso para pesquisa ou produção animal tem-se ampliado.(AU)
This review address technical aspects that are being studied in multiple ovulation and embryo transferin sheep (MOTE). Despite the numerous advances the high variability of response to superovulation still abarrier for this biotechnology. Aiming to suppress this limitation, different strategies have been tested to selectewes with high ovulatory response such as antral follicle count, pre-selection with eCG, repeatability ofresponse, anti-Müllerian hormone, and follicular wave synchronization. Adjustments of superovulatoryprotocols modifying the frequency, the number of applications and a decrease in the total FSH dose are alsobeing tested. Another trend is the replacement of surgical procedures for less invasive techniques, focusinganimal welfare and simplification of procedures. Satisfactory results using ultrasonography to evaluate donors,rather than laparoscopy illustrate this trend. Also non-surgical embryo transfer is already feasible in ewes.However, adjustments in recipients selection and embryo cryopreservation can potentially improve pregnancyrates. By linking the efforts and results of different lines of research, MOTE in sheep has improved and it is usefor research or animal production increased.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1