Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Histomorphological and immunohistochemical characterization of 172 cutaneous round cell tumours in dogs / Caracterização histomorfológica e imuno-histoquímica de 172 neoplasias cutâneas de células redondas em cães

Araújo, Marina Rios; Preis, Ingred Sales; Lavalle, Gleidice Eunice; Cassali, Geovanni Dantas; Ecco, Roselene.
Pesqui. vet. bras; 32(8): 772-780, Aug. 2012. ilus, tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-1850

Resumo

This paper describes the use of a panel of antibodies (CD117, CD3, CD79a, CD45, cytokeratin, vimentin and E-cadherin) on formalin-fixed, paraffin-embedded sections of canine cutaneous round cell tumours. Neoplastic tumours were diagnosed by histology and histochemical stains and included 107 mast cell tumours, 31 cutaneous histiocytomas, two localized histiocytic sarcomas, 21 cutaneous lymphomas, three plasma cell tumours, one transmissible venereal tumour and seven unclassified round cell tumours. The histologic diagnosis was modified in 39.5% of the total 172 neoplasms. The staining for CD45 and Ecadherin were variable, and therefore, the final diagnoses of cutaneous histiocytoma and localized histiocytic sarcoma were made based on histology in association with negative results for CD3, CD79a, CD117 and cytokeratin. The cellular origin of unclassified round cell tumours was defined in all cases. Cutaneous B-cell lymphoma and plasma cell tumours were CD79a-positive and could be distinguished from each other by the morphological characteristics. Mast cell tumours and T cell lymphoma were CD117 and CD3 positive, respectively. The positive staining for vimentin and the negative staining for CD3, CD79a, CD117 and cytokeratin favoured the diagnosis of transmissible venereal tumours. Thus, the final diagnosis of cutaneous round cell tumours should be based on the interpretation of immunohistochemical results together with the cellular morphology observed by histology. Therefore, more studies to optimize the specific markers in formalin-fixed, paraffinembedded tissues (especially for histiocytes) are required for definitive diagnosis of round cell tumours in dogs.(AU)
Este trabalho descreve o uso de um painel de anticorpos (CD117, CD3, CD79a, CD45, citoqueratina, vimentina e e-caderina em tecidos formalizados e parafinizados para o diagnóstico de neoplasias de células redondas em cães. Os tumores foram diagnosticados usando-se a histopatologia e a marcação imuno-histoquímica. Foram incluídos 107 mastocitomas, 31 histiocitomas cutâneos, 2 sarcomas histiocíticos localizados, 21 linfomas cutâneos, 3 plasmocitomas, 1 tumor venéreo transmissível e 7 tumores de células redondas não classificados. O diagnóstico histológico foi modificado em 39,5% do total de 172 neoplasias. A marcação do anticorpo CD45 e E-caderina foi variável e, nesse sentido, o diagnóstico final de histiocitoma cutâneo e sarcoma histiocítico localizado foi baseado na histologia em associação com os resultados negativos para CD3, CD79a, CD117 e citoqueratina. A origem celular dos tumores de células redondas não classificados foi definida em todos os casos. Linfoma cutâneo de célula B e plasmocitoma foram positivos para CD79a e foram distinguidos entre si pelas características morfológicas. Marcação positiva para vimentina e negativa para CD3, CD79a, CD117 e citoqueratina favoreceram o diagnóstico dos tumores venereos transmissíveis. Assim, o diagnóstico final dos tumores de células redondas foram baseados na interpretação dos resultados da imuno-histoquímica em conjunto com a avaliação das características morfológicas observadas na histologia. Finalmente, mais estudos em relação à padronização de marcadores específicos para tecidos parafinizados (especialmente para histiócitos) são necessários para o diagnóstico definitivo das neoplasias de células redondas em cães.(AU)
Biblioteca responsável: BR1.1
Localização: BR68.1