Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Superoxide dismutase and catalase activity in collared peccary (Pecari tajacu) seminal plasma and their relation to sperm quality / Atividade da superóxido dismutase e catalase no plasma seminal de catetos (Pecari tajacu) e sua relação com a qualidade espermática

Santos, Érika Aparecida Araújo dos; Sousa, Patrícia Cunha; Silva, Andreia Maria da; Paiva, Ariana Lopes Correia; Lago, Arthur Emmanuel de Araújo; Paula, Valéria Veras de; Pereira, Alexsandra Fernandes; Moura, Arlindo Alencar Araripe; Silva, Alexandre Rodrigues.
Semina Ci. agr.; 39(2): 787-796, mar.-abr. 2018. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-18585

Resumo

The study of the seminal plasma help us to understand the mechanisms by which reactive oxygen species (ROS) affect the sperm. The antioxidant enzymes, as the superoxide dismutase - SOD and catalase - CAT, are capable of removing the oxidative agents before they produce injuries. The aim of the current study was to investigate the activity of antioxidant enzymes SOD and CAT in seminal plasma, and their association with sperm quality in collared peccaries. Study was conducted during the dry period (August and September) on a region characterized by a semiarid climate, with an average annual temperature of 27°C and irregular rainfall (Mossoro, RN, Brazil; 5°10´S and 37°10´W). Nine ejaculates were obtained from sexually mature males (1 sample per animal) by electroejaculation. Semen was evaluated for microscopic parameters and the activity of SOD and CAT was measured by spectrophotometry. All ejaculates were white in color. Mean values for concentration were of 207 ± 160 x106 sperm/mL, motility of 83.0 ± 20.9% and viability of 72.5 ± 10.4%. In regards to the enzymatic activity, none was observed for the CAT enzyme. Trace levels of SOD (0.033 ± 0.049 AU/mgP) were detected in the ejaculates of all individuals; however, no correlation was observed between SOD levels and the sperm motility (R = 0.35; P = 0.931), vigor (R = 0.29; P = 0.133), viability (R = 0.16; P = 0.29), functional membrane (R = 0.04; P = 0.617) or morphology (R = 0.03; P = 0.637). In conclusion, we demonstrated the first description of antioxidant enzyme activity in seminal plasma of fresh ejaculates obtained from collared peccaries. SOD antioxidant activity was evident during the dry period of a semiarid region, but no relationship between SOD and semen parameters was observed.(AU)
O estudo do plasma seminal nos auxilia a compreender os mecanismos pelos quais as espécies reativas de oxigênio (EROs) afetam o espermatozoide. As enzimas antioxidantes, como a superóxido dismutase - SOD e a catalase - CAT, são capazes de remover os agentes oxidativos antes que causem injúrias. O objetivo deste estudo foi investigar a atividade das enzimas SOD e CAT no plasma seminal, e sua associação com a qualidade espermática em catetos. O estudo foi conduzido durante o período seco (agosto a setembro) em uma região caracterizada pelo clima semiárido, com temperatura média anual de 27°C e pluviosidade irregular (Mossoró, RN, Brasil; 5°10´S e 37°10´W). Nove ejaculados foram obtidos de machos sexualmente maduros (1 amostra por animal) por eletroejaculação. O sêmen foi avaliado quanto aos parâmetros microscópicos e a atividade da SOD e da CAT foi mensurada por espectrofotometria. Todos os ejaculados apresentavam coloração branca. Os valores médios para a concentração foram de 207 ± 160 x106 espermatozoides/mL, motilidade de 83,0 ± 20,9% e viabilidade de 72,5 ± 10,4%. No que diz respeito à atividade enzimática, nenhuma foi observada para a enzima CAT. Traços de SOD (0,033 ± 0,049 AU/mgP) foram detectados nos ejaculados de todos os indivíduos; entretanto, nenhuma correlação foi observada entre os níveis de SOD e a motilidade espermática (R = 0,35; P = 0,931), o vigor (R = 0,29; P = 0,133), a viabilidade (R = 0,16; P = 0,29), a função de membrana (R = 0,04; P = 0,617) ou a morfologia espermática (R = 003; P = 0,637). Em conclusão, nós demonstramos a primeira descrição da atividade enzimática antioxidante no plasma seminal de ejaculados frescos obtidos de catetos. A atividade da SOD foi evidente durante o período seco de uma região semiárida, mas nenhuma relação entre a SOD e os parâmetros seminais foi observada.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1