Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Extração de compostos bioativos dos frutos da Juçara: o açaí da Mata Atlântica

Pereira, Danielle Cunha de Souza; Campos, André Narvaes da Rocha; Martins, Maurilio Lopes; Martins, Eliane Maurício Furtado.
Hig. alim.; 32(276/277): 113-120, jan.-fev. 2018. ilus, tab, graf
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-18702

Resumo

A juçara é uma espécie em extinção devido à extração ilegal do seu palmito. A exploração do seu fruto vem sendo introduzida como uma alternativa de baixo impacto ambiental. No entanto, o pouco conhecimento sobre este fruto dificulta a extração dos seus compostos bioativos. Este trabalho objetivou desenvolver metodologia para extração de compostos bioativos de frutos de juçara e evidenciar o teor de compostos bioativos e atividade antioxidante do extrato obtido. Para a extração foi utilizado como solvente uma mistura de etanol:água 70% (v/v), acidificada com HCl 5,0 mol L-¹ para pH 2,0. Após a extração o volume inicial foi reduzido para 30% utilizando evaporador rotativo. A juçara presentou elevada capacidade antioxidante (487,48 µM eq Trolox g-¹), valor superior à maioria dos frutos de importância já reconhecida, tais como o açaí e mirtilo. Quanto ao teor de antocianinas e compostos fenólicos, foram encontrados valores médios de 1.365,21 mg de antocianinas totais 100 g-¹ e 10.237,16 mg AGE 100 g-¹, respectivamente. A metodologia de extração utilizada foi adequada para os frutos de juçara, visto o elevado teor de compostos bioativos e a coloração escura do extrato obtido (L*= 15,27), podendo ser utilizada pelas indústrias alimentícias no intuito de estabelecer um padrão interno de qualidade e para verificar as características bioativas dos frutos antes do processamento.(AU)
The juçara is an endangered species due to the illegal extraction of its palm heart. The exploitation of its fruit has been introduced as an alternative of low environmental impact. However; the little knowledge about this fruit hinders the extraction of its bioactive compounds. This work aimed to develop methodology for the extraction of bioactive compounds from fruits of juçara and to evidence the content of bioactive compounds and antioxidant activity of the obtained extract. For extraction, was used a mixture of ethanol: water 70% (v/v), acidified with 5.0 mol L-¹ HCl to pH 2.0. After extraction the initial volume was reduced to 30% using rotary evaporator. Juçara presented high antioxidant capacity (487. 48 µM eq Trolox g-¹), higher value most of the fruits of importance already recognized, such as açaí and blueberry. As for anthocyanins and phenolic compounds, average values of 1,365.21mg of total anthocyanins 100 g-¹ and 10,237.16 mg AGE 100 g-¹, were found, respectively. The extraction methodology used was adequate for the fruits of juçara, considering the high content of bioactive compounds and the dark coloration of the obtained extract (L * = 15.27), being able to be used by the food industries in order to establish an internal quality standard and to verify the bioactive characteristics of the fruits before processing.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1