Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Productive variability, border use and plot size in trials with cherry tomato / Variabilidade produtiva, uso de bordadura e tamanho de parcela em ensaios com tomate cereja

Santos, Daniel; Lúcio, Alessandro DalCol; Lopes, Sidinei José; Cargnelutti Filho, Alberto; Olivoto, Tiago.
Ci. Rural; 48(2): e20170310, 2018. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-18851

Resumo

Knowing the productive variability within protected environments is crucial for choosing the experimental design to be used in that conditions. Thus, the aim of the present study was to assess the variability of fruit production in protected environment cultivated with cherry tomatoes and to verify the border effect and plot size in reducing this variability. To this, data from an uniformity test carried out in a greenhouse with cherry tomato cv. Lili were used. Total fresh mass of fruits per plant was considered being these plants arranged in cropping rows parallel to the lateral openings of the greenhouse and also the same plants arranged in columns perpendicular to these openings. To generate the borders, different scenarios were designed by excluding rows and columns and using different plot sizes. In each scenario, homogeneity of variances among the remaining rows and columns was tested. There is no variability of fruit production among rows or columns in trials with cherry tomatoes carried out in greenhouses and the use of border does not bring benefits in terms of reduction of coefficient of variation or reduction of cases of variance heterogeneity among rows or columns. Plots with a size equal to or greater than two plants make possible to use the completely randomized design in the cherry tomato trials in greenhouses.(AU)
Conhecer a variabilidade dentro de ambientes protegidos é crucial para a escolha do delineamento experimental a ser utilizado nestas condições. O objetivo do estudo foi avaliar a variabilidade de produção de frutos em ambiente protegido cultivado com tomate cereja e, verificar o efeito do uso de bordaduras e tamanho de parcela na redução dessa variabilidade. Para isso, dados de um teste de uniformidade realizado em estufa com tomate cereja cv. Lili foram utilizados. A massa fresca total de frutos por planta foi considerada, sendo estas plantas dispostas em fileiras de cultivo paralelas às aberturas laterais da estufa e, também, foram dispostas em colunas perpendiculares a estas aberturas. Para gerar as bordaduras, diferentes cenários foram projetados excluindo linhas e colunas, usando diferentes tamanhos de parcela. Em cada cenário, a homogeneidade das variâncias entre as fileiras e colunas restantes foi testada. Não há variabilidade na produção de frutos entre fileiras ou colunas em ensaios com tomate cereja, realizado em estufas, sendo que o uso de bordaduras não traz benefícios em termos de redução do coeficiente de variação ou dos casos de heterogeneidade de variância entre fileiras ou colunas. As parcelas com um tamanho igual ou superior a duas plantas tornam possível utilizar o delineamento inteiramente casualizado nos ensaios com tomate cereja em estufas.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1