Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Liver transplantation: expectation with MELD score for liver allocation in Brazil / Transplante hepático: expectativas com escore MELD para alocação de fígado no Brasil

Teixeira, Andreza Correa; Souza, Fernanda Fernandes; Mota, Gustavo de Assis; Martinelli, Ana de Lourdes Candolo; Sankarankutty, Ajith Kumar; Castro e Silva, Orlando de.
Acta cir. bras.; 21(supl.1): 12-14, 2006.
Artigo em Inglês, Português | VETINDEX | ID: vti-1922

Resumo

Liver transplantation represents the most effective therapy for patients suffering from chronic end-stage liver disease. Until very recently, in Brazil, liver allocation was based on the Child-Turcotte-Pugh score and the waiting list followed a chronological criterion. In February 2002 the Model for End-stage Liver Disease (MELD) score was adopted for the allocation of donor livers in the US. After that change, an increased number of patients with more severe liver disease was observed, although there was no difference in 1-year patient and graft survival. A reduction in waiting-list mortality was also observed. In Brazil, the MELD score was adopted on May 31st, 2006. Good results are expected regarding the new criterion for allocation.(AU)
O transplante de fígado representa o tratamento mais eficiente disponível no momento para pacientes com doença hepática crônica terminal. Em fevereiro de 2002 o escore - Model for End-stage Liver Disease (MELD), o qual determina a gravidade da doença com estimativa de mortalidade em três meses, foi implantado para alocação de doadores de fígado nos Estados Unidos. Conseqüentemente foi observado um maior número de pacientes graves transplantados, com redução de mortalidade na lista de espera e não houve diferença de sobrevida em um ano de paciente e enxerto. Até recentemente no Brasil a alocação de órgãos era baseada no critério cronológico de acordo com a inclusão em lista de espera para transplante de fígado, doador cadáver. Há poucos dias (31 de maio de 2006), foi publicada a portaria que institui o critério de gravidade para alocação de fígado. Expectativas quanto aos resultados e o impacto dessa mudança na realidade brasileira são aguardados.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1