Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Perfil metabólico proteico de vacas em lactação alimentadas com milho e ureia a pasto / Protein metabolic profile of dairy cows fed corn and urea pasture

Guerra, M. G; Veras, A. S. C; Santos, V. L. F; Ferreira, M. A; Novaes, L. P; Barreto, L. M. G; Câmara, P. L. C. O; Silva, L. R.
Arq. bras. med. vet. zootec; 70(4): 1266-1274, jul.-ago. 2018. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-19502

Resumo

Objetivou-se com este estudo avaliar os efeitos da substituição total do farelo de soja por milho e ureia sobre consumo e digestibilidade aparente da matéria seca, perfil metabólico proteico e balanço de nitrogênio de vacas mestiças em lactação em pastejo, com lotação intermitente de capim-mombaça (Panicum maximum). Foram utilizadas 12 vacas mestiças em lactação, com peso corporal médio inicial de 473,0+45,0kg, período de lactação médio de 95,0+42,2 dias e produção de leite de média inicial de 14,1+1,9kg/dia. As vacas eram primíparas e multíparas, mestiças de Girolando, Pardo-Suíço e Jersey. Os tratamentos consistiram em quatro níveis de substituição do farelo de soja por milho e ureia (0; 33; 66; 100% na matéria seca - MS). O capim-mombaça apresentou teor médio de proteína bruta e fibra em detergente neutro de 19 e 59% na MS, respectivamente. A substituição do farelo de soja por milho e ureia não alterou o consumo e a digestibilidade aparente da MS. As concentrações de ureia e N-ureico plasmáticos foram alteradas pela substituição do farelo de soja por milho e ureia. O balanço de nitrogênio foi positivo e não foi alterado com as substituições. Para vacas mestiças produzindo, em média, 12,5kg/dia e mantidas em pasto de qualidade, pode se substituir totalmente o farelo de soja por milho e ureia.(AU)
The objective of this study was to evaluate the effects of total replacement of corn by soybean meal and urea on intake and apparent digestibility of dry matter, protein metabolic profile, and nitrogen balance of lactating crossbred cows grazing with intermittent stocking Mombasa grass (Panicum maximum). Twelve milking cows were distributed in a triple 4 x 4 latin design, with a mean initial body weight of 473,0+45,0kg, average lactation period of 95,0+42,2 days and milk production of initial mean of 14,1+1,9kg/day. Cows were primiparous and multiparous. The treatments consisted of four levels of substitution of soybean meal for corn and urea (0; 33; 66; 100% in dry matter - DM). The Mombasa grass showed an average content of crude protein and neutral detergent fiber of 19 and 59% in DM, respectively. The concentrations of urea and plasma urea nitrogen were altered by replacing soybean meal with corn and urea. Protein metabolic profile was changed with the replacement of soybean meal by corn and urea. The nitrogen balance was positive and has not changed with the replacements. For mixed-race cows producing an average of 12.5kg/day and kept in good-quality pastures, one can replace soybean meal totally with corn and urea.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1