Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Occurrence of hydatidosis and cysticercosis in cattle in southern Rio Grande do Sul, Brazil, from 2013 to 2016 / Ocorrência de hidatidose e cisticercose em bovinos na região sul do Rio Grande do Sul, de 2013 a 2016

Alberti, Taina S; Bruhn, Fabio R. P; Lansini, Valmor; Raffi, Margarida B; Scheid, Haide V; Zamboni, Rosimeri; Quevedo, Lucas; Sallis, Eliza S. V.
Pesqui. vet. bras; 38(10): 1918-1922, out. 2018. tab, ilus
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-19618

Resumo

Hydatidosis and cysticercosis are parasitoses caused by the larval forms of the cestodes Equinococcus spp. and Taenia spp., which belong to the Taeniidae family. Their definitive hosts are canids and humans, respectively, with ruminants as the intermediate hosts and humans as an accidental host of both diseases. These parasites are responsible for large economic losses in slaughterhouses due to condemnation of carcasses and by-products. The present study reports the mean incidence rates of hydatidosis and cysticercosis in cattle slaughtered in the southern region of Rio Grande do Sul state, Brazil. The incidence rates observed between 2013 and 2016 were 19.96% and 0.9%, respectively, with decreased tendency of occurrence of both diseases in those years. Despite the downward tendency of the diseases, hydatidosis presented high incidence. Hydatidosis performance over the years was characterized by significant increase in the number of cases, followed by marked decrease. Cysticercosis presented a decrease in number of cases at the beginning and the end of each year. These diseases have a significant socioeconomic impact as they are responsible for large losses in the livestock industry, due to reduced productivity and carcass condemnation, and represent a risk to public health.(AU)
Hidatidose e cisticercose são parasitoses causadas pelas formas larvais dos cestódeos Equinococcus spp. e Taenia spp., pertencentes a família Taeniidae, possuem como hospedeiros definitivos canídeos e o homem respectivamente, sendo os ruminantes os hospedeiros intermediários, e o homem um hospedeiro acidental, em ambas as doenças. Estas parasitoses são responsáveis por grandes perdas econômicas em frigoríficos, devido a condenações de carcaças e subprodutos. O presente artigo relata que a incidência média de hidatidose e cisticercose em bovinos abatidos na região sul do Rio Grande do Sul, entre os anos de 2013 e 2016, foi de 19,96% e 0,9% respectivamente, sendo avaliada uma tendência de queda no número de casos de ambas as doenças ao longo dos anos analisados. Apesar da tendência de queda das doenças, a hidatidose apresentou uma alta incidência. O comportamento da hidatidose ao longo dos anos foi caracterizado por aumentos significativos no número de casos da doença, seguidos por acentuadas quedas. Já a cisticercose apresentou uma diminuição no número de casos no início e no final de cada ano. Estas doenças apresentam grande impacto socioeconômico, pois são responsáveis por grandes perdas na pecuária, por redução na produtividade e condenações, além de representarem um risco à saúde pública.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1