Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Determination of acute toxicity of ammonium in juvenile Patagonian blenny (Eleginops maclovinus)

Mardones, A.; González, M.; Rivas-Mancilla, C.; Vega, R.; Augsburger, A.; Encina, F.; De los Ríos, P..
Artigo em Inglês | VETINDEX-Express | ID: vti-20162

Resumo

Abstract Deionized ammonium (NH3) acute toxicity (LC50-96h) in Patagonian blenny juveniles (Eleginops maclovinus) was assessed. Concentrations of deionized ammonium in salt water were prepared by using 24.09 ± 2.1 g ammonium chloride (NH4Cl). Fish were exposed in triplicates to different ammonium concentrations: 0.05; 0.094; 0.175; 0.325 and 0.605 mg NH3 L-1. Additionally, a control group was included. Experimental fish were kept at a photoperiod of 16:8h. Average temperatures were 16.24 ± 1.40 °C. Oxygen concentration was 7.16 ± 0.40 mg L -1. Water pH was 7.89 ± 0.2. LC50-96 h, was estimated by using Probit statistical method (95% intervals) using EPA software (1993). Juveniles of E. maclovinus showed a LC50-96h of 0.413mg NH3 L-1 value, different from most marine species. This study presents the first record of ammonium toxicity in marine species of Chile.
Resumo A toxicidade aguda (LC50-96h) de amônia deionizada (NH3 ) em Babosas-da-Patagônia (Eleginops maclovinus) juvenis foi avaliada. As concentrações de sal de amônia deionizada em água foram preparados com 24,09 ± 2,1 g de cloreto de amônio (NH4Cl). Os peixes foram expostos em triplicata a diferentes concentrações de amônia: 0,05; 0,094; 0,175; 0,325 e 0,605 mg L-1 de NH3. Além disso, um grupo de controle foi incluído. Peixes experimentais foram mantidos em fotoperíodo de 16: 8h. As temperaturas médias foram 16,24 + 1,40 °C. A concentração de oxigênio foi 16.24 +1.40°C mg L-1 . O pH da água foi de 7,89 + 0,2. h LC50-96h, foi estimada usando o método estatístico de Probit (intervalos de 95%) usando o software EPA (1993). E. maclovinus juvenis apresentaram uma LC 50-96h de 0.413mg NH3 L-1 valor diferente da maioria das espécies marinhas. Este estudo apresenta o primeiro registro de toxicidade amónio em espécies marinhas do Chile.
Biblioteca responsável: BR68.1