Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Desempenho e metabolizabilidade de dietas em codornas alimentadas com níveis crescentes de óleo ácido de soja / Performance and metabolizability of diets in quails fed with increasing levels of soybean acid oil

Roll, A. A. P; Forgiarini, J; Bavaresco, C; Roll, V. F. B; Dionello, N. J. L; Rutz, F.
Arq. bras. med. vet. zootec; 70(4): 1282-1292, jul.-ago. 2018. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-20681

Resumo

Objetivou-se avaliar os efeitos do óleo ácido de soja (OAS) sobre coeficientes de extinção específica da oxidação (K232 e K270) e a metabolizabilidade das dietas e o desempenho produtivo em codornas. Um total de 80 codornas de duplo propósito foram usadas num experimento com duração de 56 dias. Foi utilizado um delineamento completamente ao acaso com cinco níveis de tratamentos para OAS (0, 25, 50, 75 e 100%), com oito repetições de duas aves cada, como substituto ao óleo de soja refinado (OS) incluído até um nível máximo de 8% na formulação da dieta. O índice de acidez e os coeficientes K232 e K270 mostraram um efeito linear crescente (P<0,001) com o aumento dos níveis de inclusão de OAS na formulação das dietas. Os coeficientes K232 e K270 não foram alterados com o armazenamento das rações durante 7 dias. A suplementação com OAS durante 56 dias não afetou o desempenho produtivo das codornas. Os resultados não mostraram efeitos do OAS sobre a metabolizabilidade de ingredientes, exceto para gordura bruta que exibiu um efeito quadrático decrescente até o nível de 50% de substituição do óleo de soja por OAS (y= 94,31-1,186x+0,018x2, R2= 0,28, P= 0,02). Em conclusão, a inclusão de até 8% de OAS na dieta durante um período curto de tempo (56 dias) não produz efeitos adversos no desempenho produtivo de codornas.(AU)
This study evaluated the effects of soybean acid oil (OAS) on oxidation products specific extinctions coefficients (K232 and K270) and metabolizability of diets and productive performance in quails. A total of 80 dual-purpose quails were used in a 56-days experiment. A completely randomised design with five treatment levels of OAS (0, 25, 50, 75 and 100%) as a dietary replacer for soybean oil (OS) included up to 8% in the diet formulation were used, with eight replicates of two birds each. The acidity index and K232 and K270 coefficients showed a crescent linear effect (P<0.001), with increasing levels of OAS in the diet formulation. There were no changes in K232 and K270 values during 7-days of diet storage. Supplementation with OAS during 56 days has no effect on quail's productive performance. The results showed no effects of OAS on metabolizability of ingredients except for crude fat that exhibited a quadratic effect that was decrescent to the level of 50% of OAS supplementation as soybean oil replacer (y= 94.31-1.186x+0.018x2, R2= 0.28, P= 0.02). In conclusion, dietary inclusion of OAS up to 8% in the diet during a short period of time (56-days) produce no adverse effects on productive performance of quails.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1