Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Contracaecum larvae: morphological and morphometric retrospective analysis, biogeography and zoonotic risk in the amazon / Larva de Contracaecum: análise retrospectiva morfológica e morfométrica, biogeografia e risco zoonótico na amazôniaîpt

Pinheiro, Raul Henrique da Silva; Furtado, Adriano Penha; Santos, Jeannie Nascimento dos; Giese, Elane Guerreiro.
R. bras. Parasitol. Vet.; 28(1): 12-32, jan. -mar. 2019. mapas, tab, graf
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-20735

Resumo

In Brazil there are several records of parasitic nematodes of fish with zoonotic potential, especially those belonging to the family Anisakidae. This study considers the morphology, morphometry and prevalence of Contracaecum in Astronotus ocellatus , fish consumed in the Amazon and sold as ornamental and it also performs a retrospective analysis of the diversity of fish with larvae of Contracaecum, in studies carried out in Brazil over a period of 90 years. 40 specimens of A. ocellatus were necropsied, and the nematodes were collected and fixed in 93 parts 70% ethyl alcohol, 5 parts formaldehyde, and 2 parts glacial acetic acid (AFA) for morphological analysis under light microscopy and scanning electron microscopy. Of the 40 fish collected during this work, 27 were parasitized by Contracaecum larvae with a total intensity of 150 larvae. Retrospective analysis of intermediate host diversity for Contracaecum larvae resulted in 16 orders, 49 families, 96 genera, 140 species and a hybrid morphotype. In the retrospective study, half of the fish were from freshwater, with the order Perciformes being the most representative, with 16 families, 30 genera and 37 species. In Brazil, the occurrence of larvae of Contracaecum in fish was reported in 15 of the 26 states, with Rio de Janeiro presenting the most information regarding fish harboring Contracaecum larvae.(AU)
No Brasil existem vários registros de nematóides parasitos de peixes com potencial zoonótico, especialmente aqueles pertencentes à família Anisakidae. Este estudo considera a morfologia, morfometria e prevalência de Contracaecum em Astronotus ocellatus, peixe consumido na Amazônia e vendido como ornamental, e também realiza uma análise retrospectiva da ictiofauna parasitada com larvas de Contracaecum, em estudos realizados no Brasil, durante um período de 90 anos. 40 espécimes de A. ocellatus foram necropsiados, e os nematóides foram coletados e fixados em 93 partes de álcool etílico 70%, 5 partes de formaldeído e 2 partes de ácido acético glacial (AFA) para análise morfológica em microscopia de luz e microscopia eletrônica de varredura. Dos 40 peixes coletados durante este trabalho, 27 estavam parasitados por Contracaecum, com intensidade total de 150 larvas. Análises retrospectivas da diversidade de hospedeiros intermediários para larvas de Contracaecum resultaram em 16 ordens, 49 famílias, 96 gêneros,140 espécies e um morfotipo híbrido. No estudo retrospectivo, metade dos peixes eram de água doce, sendo a ordem Perciformes a mais representativa, com 16 famílias, 30 gêneros e 37 espécies. No Brasil, a ocorrência de larvas de Contracaecum em peixes foi relatada em 15 dos 26 estados, com o Rio de Janeiro apresentando mais informações sobre peixes portadores de larvas de Contracaecum.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1