Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Ultrastructure of phagocytes and oocysts of Nematopsis sp. (Apicomplexa, Porosporidae) infecting Crassostrea rhizophorae in Northeastern Brazil / Ultraestrutura de fagócitos e oocistos de Nematopsis sp. (Apicomplexa, Porosporidae) infectando Crassostrea rhizophorae no Nordeste brasileiro

Silva, Themis Jesus; Soares, Emerson Carlos; Casal, Graça; Rocha, Sónia; Santos, Elton Lima; Nascimento, Renato; Oliveira, Elsa; Azevedo, Carlos.
R. bras. Parasitol. Vet.; 28(1): 97-104, jan.-mar. 2019. ilus
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-20749

Resumo

This work describes the detailed ultrastructural morphology of the phagocyte imprisoning an oyster of Nematopsis(Apicomplexa) found in Crassostrea rhizophorae, in the city of Maceió (AL), Brazil. The highly infected hosts had half-open leaflets with weak, slow retraction of the adductor muscles. Variable number of ellipsoid oocytes, either isolated and or clustered, was found between myofibrils of the adductor muscle. Each oocyst was incarcerated in a parasitophorous vacuole of host uninucleated phagocyte. The oocysts were composed of a dense wall containing a uninucleate vermiform sporozoite. The wall of the fine oocysts was composed of homogeneous electron-lucent material formed by three layers of equal thickness, having a circular orifice-micropyle obstructed by the operculum. The oocysts presented ellipsoid morphology with their wall was surrounded by a complex network of numerous microfibrils. Important details of the taxonomic value were visualized such as the ultrastructural organization of the oocyst wall and the organization of the micropyle and operculum, beyond the microfibrils that protrude from the oocyst wall only observed by transmission electron microscopy (TEM) and that may aid in the identification of the species. However, in order to clarify the systematic position of the species reported of the genus Nematopsis, it is important to proceed with genetic analyses.(AU)
Este trabalho descreve a morfologia ultraestrutural detalhada do fagócito encarcerando um oocisto de Nematopsis(Apicomplexa) encontrado em Crassostrea rhizophorae, na cidade de Maceió (AL), Brasil. Os hospedeiros muito infectados apresentavam valvas entreabertas com retração fraca e lenta dos músculos abdutores. Número variável de oócitos de forma elipsoide, isolados e ou agrupados foi encontrado entre as miofibrilas do músculo abdutor. Cada oocisto estava encarcerado num vacúolo parasitóforo do fagócito uninucleado do hospedeiro. Os oocistos eram compostos por uma parede densa contendo um esporozoíto vermiforme uninucleado. A parede dos oocistos finos era composta de material electron-lucente homogêneo formado por três camadas de espessura igual, possuindo um orifício circular - micrópila, obstruída pelo opérculo. Os oocistos apresentavam morfologia elipsoide, sua parede era circundada por uma complexa rede de numerosas microfibrilas. Detalhes de valor taxonômico importantes foram visualizados tais como: a organização ultraestrutural da parede do oocisto e a organização da micrópila e do opérculo, além das microfibrilas que se projetam da parede do oocisto, estrutura apenas observada em microscopia eletrônica de transmissão (MET) e que pode auxiliar na identificação da espécie. Contudo, para esclarecer a posição sistemática da maioria das espécies relatadas do gênero Nematopsis é importante prosseguir com as análises genéticas.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1