Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Manejo reprodutivo de quero-quero, Vanellus chilensis (molina, 1782), sob cuidados humanos / Reproductive management of quero-quero, Vanellus chilensis (molina, 1782), under human care

Seligmann, Igor Chamon A; Ferreira, Rayza R. Negrão; Imbeloni, Aline Amaral.
R. bras. Reprod. Anim.; 42(3-4): 101-103, jul.-dez. 2018. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-21011

Resumo

Pertencente à família Charadriidae, o quero-quero (Vanellus chilensis) ocorre da América Central até a América do Sul, sendo bastante tolerante a locais antropizados. Em cativeiro, os filhotes da espécie ainda não são mantidos sem os cuidados parentais, desta forma o presente trabalho propôs criar um protocolo de manejo sob cuidados humanos para estes filhotes. Para este estudo, foi comparado o desenvolvimento de filhotes neste novo protocolo com o de filhotes em vida livre, utilizando um total de treze filhotes. A alimentação sob cuidados humanos foi composta por ração MegaZoo® O-20, ovo cozido e larvas de besouro tenébrio (Tenebrio mollitor) vivas. Como resultado, os filhotes em cativeiro alcançaram uma maior massa corporal e um melhor índice de sobrevivência. Tais discrepâncias foram decorrentes da ausência de predadores, da dieta e da pouca atividade encontrada no ambiente sob cuidados humanos. Pode-se concluir que o manejo sugerido no presente trabalho obteve êxito na manutenção dos filhotes sob cuidados humanos, porém necessita de trabalhos complementares voltados a um melhor condicionamento e ambientação dos filhotes.(AU)
Belonging to the Charadriidae family, the southern lapwing (Vanellus chilensis) occurs from Central to South America, being quite tolerant of anthropized sites. Under captivity, the chick of the species are still not kept without parental care, in this way the present work proposed to create a protocol of management under human care for these chicks. For this study, we compared the development of chicks in this new protocol with free-living chicks, using a total of thirteen chicks. Feeding under human care was composed of MegaZoo® O-20 ration, boiled egg and live beetle larvae (Tenebrio mollitor). As a result, chicks in captivity achieved a higher body mass and a better survival rate. Such discrepancies were due to the absence of predators, diet and low activity found in the environment under human care. In general, it can be concluded that the present work succeed in keep the chicks under human care, but complementary work are needed aimeing at better conditioning and setting of the chicks.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1