Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Low occurrence of equine herpesvirus 1 (EHV-1) as cause of abortion and perinatal mortality in Brazil / Baixa ocorrência de herpes-vírus equino 1 (HVE-1) como causa de abortamento e mortalidade perinatal no Brasil

Silva, Aline Aparecida da; Cunha, Elenice Maria Sequetin; Lara, Maria do Carmo Custódio de Souza Hunold; Villalobos, Eliana Monteforte Cassaro; Nassar, Alessandra Figueiredo de Castro; Mori, Enio; Zanuzzi, Carolina Natalia; Galosi, Cecília Mônica; Del Fava, Claudia.
Arq. Inst. Biol.; 85: e0852017, 2018. ilus, tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-21040

Resumo

Equine herpesvirus type 1 (EHV-1) is an important pathogen that causes abortion, neonatal disease, respiratory disorders, and neurological syndrome in equine populations worldwide. To evaluate EHV-1 as a cause of abortion and perinatal mortality in Brazil, tissue samples from 105 aborted equine fetuses, stillbirths, and foals up to one month of age were examined using virus isolation, immunohistochemistry (IHC), histopathology, and nested polymerase chain reaction (PCR). Two fetuses were positive for EHV-1 by PCR, one of which showed syncytia and eosinophilic intranuclear inclusion bodies in bronchial epithelia, but it was negative by virus isolation. The other showed no characteristic histological lesions, but it was positive by viral isolation. No sample was positive by IHC. The results presented low occurrence of EHV-1 in the studied population and suggested that the use of a combination of techniques increases the likelihood of an accurate diagnosis of EHV-1.(AU)
O herpes-vírus equino tipo 1 (HVE-1) é um importante agente patogênico causador de aborto, doença neonatal, distúrbios respiratórios e síndrome neurológica em populações de equinos em todo o mundo. Para avaliar a ocorrência do HVE-1 como agente causal de abortamento e mortalidade perinatal no Brasil, foram examinadas amostras de 105 fetos equinos abortados, natimortos e potros de até 1 mês de idade, utilizando as técnicas de isolamento viral, imuno-histoquímica (IHQ), histopatologia e reação em cadeia da polimerase aninhada (nested-PCR). Dois fetos foram positivos na análise de PCR, e um deles apresentou corpúsculos de inclusão viral eosinofílicos e sincícios no epitélio brônquico, porém foi negativo na análise de isolamento viral. O outro feto não apresentou lesões histológicas características de infecção herpética, mas foi positivo na análise de isolamento viral. Nenhuma amostra apresentou resultado positivo pela análise de IHQ. Os resultados demonstraram baixa ocorrência de HVE-1 na população estudada e que o uso de diferentes técnicas diagnósticas aumenta a probabilidade de um diagnóstico preciso para o HVE-1.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1