Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Avaliação do estresse e do desempenho de suínos na fase de creche, empregando-se técnicas de enriquecimento ambiental / Evaluation of stress and performance of pigs during the nursery phase, using environmental enrichment techniques

Bezerra, B. M. O; Silva, S. S. C; Oliveira, A. M. A; Silva, C. V. O; Parente, R. A; Andrade, T. S; Evangelista, J. N. B; Pinheiro, D. C. S. N.
Arq. bras. med. vet. zootec; 71(1): 281-290, jan.-fev. 2019. tab, graf
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-21395

Resumo

O enriquecimento ambiental é uma ferramenta importante dentro dos sistemas de produção, a fim de promover o bem-estar e favorecer a saúde dos animais. Portanto, o objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito do enriquecimento ambiental sobre o estresse de suínos na fase de creche. Foram utilizados 32 leitões, alojados em granja experimental, distribuídos em quatro grupos (n= 8): corda, corrente, garrafa PET e controle negativo. Amostras de sangue foram coletadas no início e no final do experimento para contagem de leucócitos circulantes e determinação de antioxidantes não enzimáticos, óxido nítrico, malondialdeído, e de saliva para avaliação do cortisol. Foi aplicado etograma e fez-a ganho médio de peso diário e a conversão alimentar. Os parâmetros avaliados no primeiro dia do experimento não variaram entre os grupos (P>0,05). No último dia do experimento, os valores de neutrófilos e da relação neutrófilo/linfócito foram mais elevados nos leitões do grupo corrente, assim como os valores de cortisol salivar (P<0,05). O ácido úrico apresentou-se mais elevado nos leitões do grupo corrente e o malondialdeído (MDA) nos do grupo garrafa (P< 0,05). Os enriquecimentos ambientais estimularam comportamentos positivos nos leitões, tendo a corda se destacado como o mais atrativo. Por outro lado, a corrente apresentou efeito negativo sobre a fisiologia dos animais, gerando estresse, assim como a garrafa, que induziu a peroxidação lipídica e um menor ganho de peso nos leitões.(AU)
Environmental enrichment is an important tool within production systems to promote welfare and animal health. The aim of this study was to evaluate the effect of enrichment objects on stress of piglets in nursery phase. 32 piglets housed in experimental farm were distributed in 4 groups (n= 8): rope, chain, pet bottle and negative control. Blood samples were collected at the beginning and end of the experiment to count circulating leukocytes and determine non-enzymatic antioxidants, nitric oxide, malondialdehyde, and saliva to evaluate cortisol. At the same time, an etogram and evaluation of mean daily gain and feed conversion were applied. The evaluated parameters on first day of the experiment did not vary between groups (P> 0.05). On the last day, neutrophil and neutrophil /lymphocyte ratios were higher in chain group piglets, as were salivary cortisol values (P< 0.05). Uric acid was higher in chain group and MDA in bottle group (P< 0.05). Environmental enrichment stimulated positive behaviors in piglets, where the rope stood out as the most attractive. On the other hand, chain had a negative effect on animal physiology, generating stress, as well as the bottle that induced lipid peroxidation and a lower weight gain in piglets.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1