Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Effect of climatic conditions on the occurrence of sheep endoparasites / Efeito das condições climáticas na ocorrência de endoparasitos de ovinos

Oliveira, Laura Lúcia dos Santos; Silva, Fredson Vieira e; Lima, Walter dos Santos; Batista, Leandro Farias; Castro, Anna Luísa de Oliveira; Rocha Júnior, Vicente Ribeiro.
Acta Vet. bras.; 13(1): 37-42, 13 mar. 2019. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-21442

Resumo

This study evaluated the effect of climatic conditions on the occurrence of Eimeria sp., strongylids and Moniezia sp. by analyzing the excretion of eggs and oocysts in the feces of sheep. In all, 3,509 coproparasitological examinations were performed after the monthly collection of feces of 121 sheep for 29 months. The meteorological data collected were rainfall, insolation, evapotranspiration, relative humidity, and temperature. Principal component analysis was performed to summarize the number of climatic variables. To evaluate the climatic vectors that influenced the variables, Eimeria sp., strongylids and Moniezia sp., a spatial projection of the ordination of vectors on the first two principal components was performed. To evaluate the mean values of the variables, Eimeria sp., strongylids and Moniezia sp., a cluster analysis was performed (k-means clustering), according to the categories. An association of Eimeria sp. and strongylids with relative humidity and rainfall was observed. Moniezia sp. was also related to the minimum temperature. The prevalence of Moniezia sp. was the least affected by relative humidity, rainfall, insolation, and evapotranspiration. The highest counts of endoparasites were observed in the offspring category and in the months of higher rainfall.(AU)
Este estudo avaliou o efeito das condições climáticas na ocorrência de Eimeria sp., e strongilídeos e Moniezia sp. analisando a eliminação de ovos e oocistos nas fezes de ovinos. Ao todo, 3.509 exames coproparasitológicos foram realizados após a coleta mensal de fezes de 121 ovinos durante 29 meses. Os dados meteorológicos coletados foram precipitação, insolação, evapotranspiração, umidade relativa e temperatura. A análise de componentes principais foi realizada para resumir o número de variáveis climáticas. Para avaliar os vetores climáticos que influenciaram as variáveis, Eimeria sp., estrongilídeos e Moniezia sp., foi realizada uma projeção espacial da ordenação dos vetores nos dois primeiros componentes principais. Para avaliar os valores médios das variáveis, Eimeria sp., estrongilídeos e Moniezia sp., foi realizada uma análise de agrupamento (k-means clustering) de acordo com as categorias. Uma associação de Eimeria sp. e estrongilídeos com umidade relativa e precipitação foi observada. Moniezia sp. foi relacionada à temperatura mínima. A prevalência de Moniezia sp. foi a menos afetada pela umidade relativa, precipitação, insolação e evapotranspiração. As maiores contagens de endoparasitas foram observadas na categoria de criase nos meses de maior pluviosidade.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1