Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Avaliação da toxicidade crônica e gestacional do extrato etanólico de Buchenavia sp., em ratas Wistar / Assessment of chronic toxicity and gestational ethanol extract of Buchenavia sp. In Wistar rats

Ferreira, Marcos Daniel de Sousa; Lima, Daniela Cristina Pereira; Moura, Emanuela Ribeiro; Muller, Janayna Batista Barbosa de Sousa; Cardoso Filho, Francisco das Chagas; Silva, Silvana Maria Medeiros de Sousa; Batista, Maria do Carmo de Souza.
Acta Vet. bras.; 7(4): 319-326, 2013. tab, graf
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-21524

Resumo

Com o objetivo de avaliar os possíveis efeitos tóxicos sistêmicos e reprodutivos do extrato etanólico de Buchenavia sp. (EEtOH-B), em ratas e sua prole, foram executados os protocolos gestacionais de pré-implantação, com 8 dias de tratamento, e pós-implantação, com 34 dias de administração, desde o 8º dia gestacional até o desmame e a avaliação da prole, e por fim, o protocolo de toxicidade crônica com 30 dias de tratamento. Em todos os protocolos, as ratas receberam o extrato etanólico nas dosagens de 250, 500 e 1000 mg/kg/dia (n=8/grupo) e para cada protocolo foi instituído um grupo controle (n=8/grupo) no qual foi administrada água destilada (10ml/kg/dia). Os resultados mostram que durante o período de realização dos tratamentos, não foram observados efeitos nocivos significativos ou óbitos que pudessem ser atribuídos ao extrato utilizado. Concluiu-se que o EEtOH-B não induz abortamento em ratas.(AU)
In order to evaluate the possible systemic and reproductive toxicity of the ethanol extractof Buchenavia sp., (EEtOH-B) in rats andt heir offspring, were executed protocols gestational pre-deployment, with 8 days of treatment, and post-implantation, with 34 days of administration, provided for the 8th gestational day until weaning and evaluation offspring, and finally, the protocol of chronic toxicity with 30 days of treatment. In all protocols, rats received the ethanol extract at doses of 250, 500 and 1000 mg/kg/day (n=8/group) and for each protocol was established as a control group (n=8/group) in which it was administered distilled water (10ml/kg/day). The results show that during both treatments were not observed any significant adverse effects or deaths that could be attributed to the extract used. It was concluded tha the EEtOH-B does not induce abortion in female rats.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1