Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Atividade reprodutiva em éguas quarto de milha durante o período de transição de primavera na região da Zona da Mata, Rondônia / Evaluation of the ciclicity of mares in the regions of Mata Zone, Rondonia State

Cerqueira, L. M; Soffa, A. F; Candido, F. S; Raimundo, G. F. L; Silva, J. P; Rodrigues, L. O; Miranda, V; Silva, M. V; Barreiros, T. R. R; Morotti, F; Andrade, E. R.
Ars Vet.; 35(1): 38-42, mar. 2019. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-21778

Resumo

O objetivo do presente estudo foi avaliar a ocorrência da ciclicidade, o diâmetro do folículo dominante e do grau de edema uterino de éguas criadas na zona da mata do Estado de Rondônia, durante o período de transição da estacionalidade reprodutiva. Para este propósito, durante os meses de agosto e setembro (transição de primavera), éguas da raça Quarto de Milha (n = 46), hígidas, criadas a campo ou estabuladas, com idades variando de 2 a 12 anos foram submetidas a dois exames ginecológicos com intervalo de 14 dias, a fim de se determinar e/ou monitorar a presença de corpo lúteo, o diâmetro do folículo dominante e o grau de edema uterino. Empregando um modelo de regressão logística, o efeito do sistema de criação (a campo ou estabuladas) e da faixa etária ( 5, de 6 a 9 e 10 anos) foram avaliados sobre a ocorrência da ciclicidade, bem como sobre o diâmetro do folículo dominante e o grau de edema uterino por meio do modelo linear generalizado misto. Uma maior proporção de éguas (p = 0,001) foi considerada acíclica em relação às cíclicas [68,9% (31/45) vs. 31,1% (14/45), respectivamente]. Dentre as éguas acíclicas, houve uma semelhança (p = 0,127) na proporção daquelas com folículo dominante ou com folículos pequenos. O sistema de criação não influenciou (p > 0,05) a ocorrência da ciclicidade, o diâmetro do folículo dominante e o grau de edema uterino. A faixa etária (≤ 5, de 6 a 9 e ≥ 10 anos) determinou influencia (p < 0,05) na ocorrência da ciclicidade [28,6 b; 18,2b e 66,7% a; respectivamente] e no grau de edema uterino (1,0 ± 0,1 b; 2,0 ± 0,1 a e 2,0 ± 0,2 a; respectivamente). Conclui-se que a maioria das éguas criadas na região da zona da mata rondoniense apresentam-se acíclicas no período de transição de primavera. No entanto, a ocorrência da ciclicidade e o grau de edema uterino demonstraram ser influenciados pela faixa etária das éguas avaliadas.(AU)
The objective of this study was to evaluate the occurrence of cyclicity, the diameter of the dominant follicle and the degree of uterine edema in mares from forest area of the Rondonia State, during the transitional period of reproductive season. For this purpose, during the months of August and September (spring transition), healthy mares, Quarter Horse breed (N = 46), field or housed and aged 2 to 12 years were submitted to two examinations gynecological examination with a 14-day interval. The exams were performed to determine and / or monitor the presence of corpus luteum, the diameter of the dominant follicle and the degree of uterine edema. Using a logistic regression model, the effect of the breeding system (field or stabled) and age group (≤ 5, from 6 to 9 and ≥ 10 years) were evaluated on the occurrence of cyclicity as well as on the diameter of the dominant follicle and the degree of uterine edema by generalized linear mixed model. A higher proportion of mares (P = 0.001) was considered acyclical in relation to the cyclical (68.9% (31/45) vs. 31.1% (14/45), respectively]. Among the acyclic mares, there was a similarity (P = 0.127) in proportion to those with dominant follicle or with small follicles. The breeding system did not influence (P > 0.05) the occurrence of cyclicity, the diameter of the dominant follicle and the degree of uterine edema. The age group (≤ 5, from 6 to 9 and ≥ 10 years) determined influence (P < 0.05) on the occurrence of cyclicity (28.6 b; 18.2 b and 66.7% a; respectively) and in the degree of uterine edema (1.0 ± 0.1 b, 2.0 ± 0.1 a and 2.0 ± 0.2 a, respectively). It is concluded that the majority of the mares created in the forest zone of Rondônia region are acyclical in the period of transition of spring. However, the occurrence of cyclicity and the degree of uterine edema were influenced by the age range of the mares evaluated.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1