Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Development of a lethal model of peritonitis for assessment of laparoscopic and laparotomic treatments in rats / Desenvolvimento de um modelo letal de peritonite para avaliação do tratamento por laparoscopia e laparotomia em ratos

Salgado Júnior, Wilson; Santos, José Sebastião dos; Cunha, Fernando de Queiroz.
Acta cir. bras.; 22(1): 39-42, Jan.-Feb. 2007. ilus, tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-2188

Resumo

PURPOSE: Development of a lethal model of peritonitis to assess the results of treating that peritonitis using videolaparoscopy and laparotomy. METHODS: We developed a model of peritonitis in rats using cecal ligation (CLP) against a 2-mm diameter rigid mold and puncture. Two experiments were performed: determination of seven-day lethality; and analysis of white cell counts, blood cultures and cytokines (Interleukin-1 beta, Tumor Necrosis Factor-alpha and IL-6). The animals were divided into four groups: I - Sham surgery; II - CLP; III - CLP + Videolaparoscopy; and IV- CLP + Laparotomy . RESULTS: Seven-day lethality was 0 percent in group I, 80 percent in the group II (p<0.05), 60 percent in group III , and 20 percent in group IV. There was a significant reduction in leukocyte counts and higher levels of serum IL-1 beta, TNF-alpha and IL-6 in the group II compared to controls. The percentages of positive blood cultures were higher after videolaparoscopic compared to laparotomic treatment. CONCLUSION: The experimental model provoked a lethal form of peritonitis and that videolaparoscopic treatment had more bacteraemia than laparotomy.(AU)
OBJETIVO: Desenvolvimento de um modelo letal de peritonite para avaliar o tratamento desta peritonite por videolaparoscopia e laparotomia. MÉTODOS: Foi desenvolvido um modelo de peritonite em ratos utilizando ligadura do ceco (CLP) contra um molde rígido de 2mm de diâmetro, seguido de punção do órgão. Dois experimentos foram realizados: determinação da letalidade de 7 dias; e análise da leucometria, hemocultura e dos valores de citocinas (Interleucina-1 beta, TNF-alfa e IL-6). Os animais foram divididos em quatro grupos: I - Cirurgia simulada; II - CLP; III - CLP + Videolaparoscopia; e IV- CLP + Laparotomia . RESULTADOS: A letalidade de sete dias foi de 0 por cento no grupo I, 80 por cento no grupo II (p<0.05), 60 por cento no grupo III , e 20 por cento no grupo IV. Houve uma redução significativa na contagem de leucócitos e maiores níveis de citocinas séricas no grupo II quando comparado com o grupo controle. A porcentagem de hemoculturas positivas foi maior após videolaparoscopia quando comparado com o tratamento por laparotomia. CONCLUSÃO: O modelo experimental provocou uma forma de peritonite letal e que o tratamento por videolaparoscopia apresenta maiores taxas de bacteremia que o tratamento por laparotomia.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1