Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Effect of age and genetic group on the development of calves weaned at 63 days until one year of age / Efeito da idade e grupo genético da vaca sobre o desenvolvimento dos bezerros desmamados aos 63 dias até um ano de idade

Silveira, Magali Floriano da; Restle, João; Brondani, Ivan Luiz; Machado, Diego Soares; Pacheco, Rangel Fernandes; Argenta, Flânia Mônego; Silva, Viviane Santos da; Hoffmann, Fabiane.
Semina Ci. agr.; 40(4): 1631-1638, jul.-ago. 2019. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-21912

Resumo

The development of beef calves born of Charolais (CH), Nellore (N), and Charolais × Nellore crossbred cows with Charolais (CHP) and Nellore (NP) predominance, was evaluated from birth to 12 months of age. The cows were grouped into three age classes: primiparous, young and adult. The net energy requirements for maintenance and gain of the calves were also evaluated, as were the production and availability of energy in the milk of the evaluated cows. We used 93 pairs of contemporary cows and calves maintained in natural pasture. From birth to 21 days of age and from 21 to 42 days of age, the calves of adult cows presented the highest average daily weight gain (ADG), while the calves of young and primiparous cows had similar ADG. The highest net energy requirements for maintenance (NEm) and gain (NEg) were for crossbred and Charolais calves, the latter being similar to Nellore calves. The energy available in the milk of the adult cows was 33% higher than that of primiparous cows. The weight gain of calves was influenced by the age of the cow until weaning. The pre-weaning and post-weaning weights of calves were affected by the genetic group, and adult and young cows produced heavier calves in the pre-weaning period than primiparous cows.(AU)
Avaliou-se o desenvolvimento de bezerros de corte, do nascimento aos 12 meses de idade, filhos de vacas Charolês (CH), Nelore (N) e mestiças com predominância Charolês e Nelore (PCH, PN), respectivamente, agrupadas em três classes de idade: primíparas, jovens e adultas. Adicionalmente, foram avaliadas as exigências de energia líquida de mantença e de ganho dos bezerros, bem como a produção e a disponibilidade de energia no leite das vacas avaliadas. Foram utilizados 93 pares de vacas e bezerros contemporâneos mantidos em pastagem natural. Do nascimento aos 21 dias de idade, e dos 21 aos 42 dias de idade, os bezerros filhos de vacas adultas apresentaram maior ganho de peso médio diário (GMD), já os bezerros filhos das vacas jovens e primíparas obtiveram GMD similar. A maior exigência de ELm e ELg foram para os bezerros cruzados e puros Charolês, sendo estes últimos semelhantes aos bezerros Nelore. A energia disponível no leite das vacas adultas foi 33% superior à energia disponível no leite das vacas primíparas. O ganho de peso dos bezerros foi influenciado pela idade da vaca até o desmame. Os pesos pré e pós-desmama dos bezerros são afetados pelo grupo genético das vacas. Vacas adultas e jovens produzem bezerros mais pesados no período pré-desmama do que vacas primíparas.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1