Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Dengue: uma visão sobre o vetor urbano Aedes aegypti e a difícil interface do seu controle / Dengue: A vision of urban vector Aedes aegypti and the diffi cult interface of its control

Picinato, Mirelle Andréa de Carvalho; Grisolio, Ana Paula Rodomilli; Caselani, Kelly; Nunes, Juliana Olivencia Ramalho; Carvalho, Adolorata Aparecida Bianco; Ferraudo, Antonio Sergio.
Vet. Foco; 13(1): 09-25, Jul-Dez. 2015.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-2248

Resumo

Dengue is a reemerging viral disease of epidemic character, transmitted by Aedes aegypti. Several strategies have been adopted in recent decades, but the spread of Aedes mosquito has not been controlled with traditional methods. This research aims to review studies on Aedes aegypti about the standards associated with the potential scenarios that hinder their control. In the face of multiple causes of this disease, it is necessary to improve epidemiological studies to identify the determinants of disease and vector presence. These are of physical, chemical, biological, environmental, social, economic, psychological and cultural natures, including their distribution in the geographic space. Therefore, it is possible to establish more effi cient public policies and effective education programs targeted to the population.(AU)
A dengue é uma virose reemergente, de caráter epidêmico, transmitida pelo vetor Aedes aegypti. Diversas estratégias foram adotadas nas últimas décadas, porém a dispersão do mosquito não tem sido controlada com métodos tradicionais. Este trabalho tem como objetivo revisar estudos sobre o vetor Aedes aegypti acerca dos padrões associados aos cenários potenciais que dificultam seu controle. Diante da multi casualidade dessa enfermidade são necessários aprimoramentos dos estudos epidemiológicos para identificação dos determinantes da doença e da presença do vetor, sendo eles de caráter físico, químico, biológico, ambiental, social, econômico, psicológico e cultural, aliados à distribuição no espaço geográfico. Assim, é possível estabelecer políticas públicas mais eficientes e programas de educação efetivos direcionados à população.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1