Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Prevalence and risk factors associated with Leishmania spp. and Trypanosoma cruzi infections in dogs presented at veterinary clinics in João Pessoa, Paraíba state, northeastern Brazil / Prevalência e fatores de risco associados às infecções por Leishmania spp. e Trypanosoma cruzi em cães atendidos em clínicas veterinárias de João Pessoa, Estado da Paraíba, Nordeste do Brasil

Brasil, Arthur Willian de Lima; Machado, Dália Monique Ribeiro; Silva, Mariana Aimee Ramos Xavier da; Barrosa, Noelle de Castro; Silva, Raizza Barros Sousa; Melo, Márcia Almeida de; Langoni, Hélio; Santos, Carolina de Sousa Américo Batista; Azevedo, Sérgio Santos de.
Semina Ci. agr.; 39(5): 2293-2300, Sept.-Oct. 2018. tab, ilus
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-22701

Resumo

This study aimed to determine the prevalence and risk factors associated with Leishmania spp. and Trypanosoma cruzi infections in dogs presented at veterinary clinics in the city of João Pessoa, Paraíba state, northeastern Brazil. A total of 384 dogs from 34 veterinary clinics were sampled between April 2015 and May 2016. For serological diagnosis of canine visceral leishmaniasis and Chagas disease, the indirect fluorescent antibody test was used. Reactive sera were submitted to a confirmatory test using the S7 ELISA. The seroprevalence of Leishmania spp. was 2.8% (11/384), and that of T. cruzi was 1.5% (6/384). Two animals were positive for both parasites. The variable "access to the street" was identified as a risk factor for Leishmania spp. infection (OR = 4.81; 95% CI = 1.23-18.75). We concluded that a significant proportion of dogs presented at veterinary clinics in João Pessoa are seropositive for Leishmania spp. or T. cruzi infections, and we suggest that greater care be taken with dogs that have access to the street.(AU)
O objetivo deste estudo foi determinar a prevalência e os fatores de risco associados à infecção por Leishmania spp. e Trypanosoma cruzi em cães atendidos em clínicas veterinárias na cidade de João Pessoa, Estado da Paraíba, Nordeste do Brasil. Foram utilizadas 384 cães procedentes de atendimentos de 34 clínicas veterinárias no período de abril de 2015 a maio de 2016. Para diagnóstico sorológico da leishmaniose visceral canina (LVC) e doença de Chagas (DC) foi empregada a reação de imunofluorescência indireta (RIFI). Os soros reagentes para ambas as infecções foram submetidos a uma prova confirmatória utilizando o ELISA S7. A soroprevalência para Leishimania spp. foi de 2,8% (11/384), e para T.cruzi foi de 1,5% (6/384). Dois animais foram positivos para ambos os parasitas. A variável acesso à rua foi identificada como fator de risco para infecção por Leishmania spp. (OR= 4,81; IC 95% = 1,23 -18,75). Conclui-se que os cães atendidos em clínicas veterinárias de João Pessoa estão expostos às infecções por Leishmania spp. e T. cruzi, bem como sugere-se maiores cuidados com cães que tem acesso à rua.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1