Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Selectivity of organic compounds to the egg parasitoid Telenomus remus Nixon (Hymenoptera: Plastygastridae) / Seletividade de compostos orgânicos ao parasitoide de ovos Telenomus remus Nixon (Hymenoptera: Platygastridae)

Silva, Débora Mello da; Bueno, Adeney de Freitas; Andrade, Karine; Stecca, Cristiane dos Santos; Neves, Pedro Manuel Oliveira Janeiro; Moscardi, Flávio.
Semina Ci. agr.; 37(1): 55-66, jan.-fev. 2016. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-23061

Resumo

The selectivity of insecticides, bio-protective mixtures, and biofertilizers used in organic soybean production was evaluated for adults and pupae of the egg parasitoid Telenomus remus Nixon (Hymenoptera: Platygastridae) under laboratory conditions in accordance with protocols proposed by the International Organization for Biological Control (IOBC). The products sprayed (dosage/180L of water) were: 1) Baculovírus anticarsia 140x109 cpi; 2) Bacillus thuringiensis 16.8g; 3) Azadirachtin-A, azadirachtin-B, nimbina and salamina 9.6 ppm; 4) Rotenoids 4 liters; 5) Nitrogen 1.3%, phosphorus 3.0% and total organic carbon 8.0% 3 liters; 6) Sodium silicate 2% 4 liters; 7) Copper 7% + calcium 3.3% 1.8 liters; 8) Sulfur 20% + quicklime 10% 1.8 liters; 9) Chlorpyrifos 384g (positive control); 10) Distilled H2O (negative control). The results of experiments using pupae indicate that the organic compounds were classified as harmless (Class 1), except for the copper 7% + calcium 3.3% and sulfur 20% + quicklime 10%, which were classified as slightly harmful (Class 2). The contact bioassay with adults showed that all products were classified as harmless (Class 1). Only chlorpyrifos (384g) was classified as harmful (Class 4) for both stages of the parasitoid. However, the use of this product (chlorpyrifos) is not permitted in organic farming, and even in conventional farming is recommended, where feasible, replacement of the product with one compatible with the preservation of T. remus in nature. Thus, the products tested and used in organic soybean production were considered compatible with the parasitoid eggs of T. remus.(AU)
A seletividade de diferentes inseticidas, caldas fitoprotetoras e biofertilizantes utilizados na produção de soja orgânica foi avaliada sobre adultos e pupas do parasitoide de ovos Telenomus remus Nixon (Hymenoptera: Platygastridae) em condições de laboratório, de acordo com protocolos propostos pela Organização Internacional para o Controle Biológico (IOBC). Os produtos (dose/180 L de água) foram: 1) Baculovírus anticarsia 140x109 cpi; 2) Bacillus thuringiensis 16,8g; 3) Azadirachtin-A, azadirachtin-B, nimbina e salamina 9,6ppm; 4) Rotenoides 4% 4 litros; 5) Nitrogênio 1,3%, fósforo 3,0% e carbono orgânico total 8,0% 3 litros; 6) Silicato de Sódio 2% 4 litros; 7) Cobre 7% + Cálcio 3,3% 1,8 litros; 8) Enxofre 20% + cal virgem 10% 1,8 litros; 9) Clorpirifós 384g (controle positivo); 10) Água destilada (controle negativo). O resultado dos experimentos para a fase de pupa indicaram que os compostos orgânicos foram classificados como inócuos (classe 1), exceto para as misturas cobre 7% + cálcio 3,3% e enxofre 20% + cal virgem 10%, que foram classificados como levemente nocivos (classe 2). O teste de contato com os adultos mostrou que todos os produtos foram classificados como inócuos (classe 1). Somente clorpirifós foi classificado como nocivo (classe 4) para ambas as fases de desenvolvimento do parasitoide. Entretanto, a utilização deste produto (clorpirifós) não é permitida em cultivos orgânicos, e mesmo na agricultura convencional recomenda-se, quando viável, a substituição desse produto por outro compatível com a preservação de T. remus na natureza. Sendo assim, os produtos testados e utilizados na produção orgânica de soja foram considerados compatíveis com o parasitoide de ovos T. remus.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1