Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Mastocitoma cutâneo canino. Estudo de 45 casos / Canine cutaneous mast cell tumor. Study of 45 cases

Rech, R. R; Graça, D. L; Kommers, G. D; Sallis, E. S. V; Raffi, M. B; Garmatz, S. L.
Arq. bras. med. vet. zootec; 56(4): 441-448, ago. 2004. ilus, tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-2326

Resumo

Quarenta e cinco mastocitomas cutâneos caninos foram graduados histologicamente com o uso de hematoxilina-eosina. Foram empregados os métodos azul de toluidina e região organizadora nucleolar argirofílica (AgNOR) para, respectivamente, evidenciar os grânulos citoplasmáticos e avaliar o índice de proliferação celular. Diversas características histológicas foram observadas, como distribuição das células na pele, tamanho, forma, aspecto de citoplasma e núcleo, quantidade de estroma, presença de eosinófilos e alterações associadas. Com base nessas caracteríscas, 37,8% dos mastocitomas foram classificados como grau I, 51,1% como grau II e 11,1% como grau III. A média geral de AgNOR nos mastocitomas foi de 1,9 (1,2 a 4,3) e as médias para os graus I, II e III foram, respectivamente, de 1,5, 1,85 e 3,25. A técnica de AgNOR mostrou ser de fácil execução, custo acessível e confiável como meio auxiliar para estimar um prognóstico mais objetivo para os mastocitomas.(AU)
Forty-five cutaneous canine mast cell tumors were graded histologically on haematoxylin and eosin-stained sections. Toluidine blue and AgNOR methods were employed to enhance the intracytoplasmic granules and to assess cell proliferation, respectively. From these 45 samples histological features were observed as cell distribution, size, shape, nuclear and cytoplasmic appearance, amount of stroma, presence of eosinophils and some associated changes. Based on those features, 37.8% of the mast cell tumors were classified as grade I, 51.1% as grade II and 11.1% as grade III. General AgNOR mean value was 1.9 (range 1.2-4.3) whereas the means for grades I, II and III were, respectively, 1.2, 1.85 and 3.25. The AgNOR method proved to be feasible, inexpensive and a reliable tool to predict a more accurate prognosis for mast cell tumors.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1