Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Maintenance enteral electrolyte solutions for neonatal calves: sodium acetate and osmolarity effects / Soluções eletrolíticas enterais de manutenção para bezerros neonatos: efeitos do acetato de sódio e da osmolaridade

Lima, A. P; Ribeiro Filho, J. D; Ermita, P. A. N; Baptista Filho, L. C. F; Avanza, M. F. B; Viana, R. B; Santos, P. V. M; Silva, M. O; Monteiro, L. C; Dantas, W. M. F.
Arq. bras. med. vet. zootec; 72(1): 18-24, Jan.-Feb. 2020. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-23867

Resumo

The use of hypotonic electrolytic solutions in enteral fluid therapy is still understudied in calves. The objective of the present study was to evaluate the effects of maintenance enteral electrolytic solutions with different concentrations of sodium acetate and different osmolarities in calves. For this, 18 Holstein calves, six male and 12 female, 20 days old and weighing around 52kg, were used. The animals were randomly divided into three groups and each group received one of the treatments. The three electrolytic solutions contained the same components in different concentrations, resulting in a hyposmotic, an isosmotic and a hyperosmotic solution. Each animal was maintained in enteral fluid therapy for 12 hours with infusion rate of 15mL kg-1 h-1. Abdominal circumference, body weight, feces consistency, glucose and plasma lactate, pH, pCO2, HCO- 3 and BE were measured at the following times: T0h, T6h, T12h and T24h. The hyposmotic solution did not generate the onset of diarrhea, while the isosmotic and the hyperosmotic did. Regardless of the dose used, acetate did not cause metabolic alkalosis in the evaluated animals. The results suggest that the use of hyposmotic solution in diarrheic calves, dehydrated and without metabolic acidosis, may be clinically important.(AU)
O uso de soluções eletrolíticas hipotônicas na hidratação enteral ainda é pouco estudado em bezerros. O objetivo do presente estudo foi avaliar os efeitos de soluções eletrolíticas enterais de manutenção com diferentes concentrações de acetato de sódio e diferentes osmolaridades em bezerros. Para isso, foram utilizados 18 bezerros, seis machos e 12 fêmeas, holandeses, com 20 dias de nascidos e pesando por volta dos 52kg. Os animais foram divididos aleatoriamente em três grupos e cada grupo recebeu um dos tratamentos. As três soluções eletrolíticas continham os mesmos componentes, mas em diferentes concentrações, resultando em uma solução hiposmótica, uma isosmótica e uma hiperosmótica. Cada animal foi mantido em hidratação enteral durante 12 horas com taxa de infusão de 15mL kg-1h-1. Foram aferidos perímetro abdominal, peso corporal, consistência das fezes, glicose e lactato plasmático, pH, pCO2, HCO- 3 e excesso de base nos seguintes tempos: T0h, T6h, T12h e T24h. A solução hiposmótica não gerou aparecimento de diarreia, enquanto a isosmótica e a hiperosmótica geraram. Independentemente da dose utilizada, o acetato não causou alcalose metabólica nos animais avaliados. Os resultados sugerem que o uso da solução hiposmótica em bezerros diarreicos, desidratados e sem acidose metabólica, pode ser clinicamente importante.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1