Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Standard culture of Paratanytarsus grimmii Schneider, 1885 (Diptera: Chironomidae), for its use in toxicity bioassays.

Encina, F.; De los Ríos, P; Vega, R.; Mardones, A..
Artigo em Inglês | VETINDEX-Express | ID: vti-23875

Resumo

Abstract The management and use of native species under laboratory conditions is the main difficult for species proposal for its use in bioassays. The present study showed the results about management under controlled conditions of Paratanytarsus grimmii (Diptera: Chironomidae), that is a parthenogenetic species with wide geographical distribution. It obtained its eggs from a pre Andean river from Araucania region (39° S), and it determined the conditions for larval rearing under artificial food, adults getting (manipulation), eggs (hatching sincronization) and larvae getting after hatching. The P.grimmii life cycle had larvae that late 23 days in get the pupa stage (stage I to IV), the adult within the next 48 hours deposits the eggs that hatched at 72 hours. It stablished laboratory conditions: incubation room temperature, water pH, and artificial feeding, photoperiod and larvae and eggs management techniques. In according to obtained results it managed all life cycles under laboratory conditions that can propose the use of this species as potential biological material for toxicity bioassays.
Resumo O manejo e o uso de espécies nativas em condições de laboratório são as principais dificuldades para a proposta de uso de espécies em bioensaios. O presente estudo mostrou os resultados acerca do manejo sob condições controladas de Paratanytarsus grimmii (Diptera: Chironomidae), espécie partenogenética com ampla distribuição geográfica. Foram obtidos seus ovos de um rio pré-andino da região de Araucanía (39º S) e determinadas as condições para criação de larvas sob alimentação artificial, obtenção de adultos (manipulação), de ovos (sincronização de eclosão) e de larvas após a eclosão. O ciclo de vida de P. grimmii teve larvas que, ao final dos 23 dias, atingiram o estágio de pupa (estágio I a IV). O adulto depositou nas 48 horas seguintes os ovos que eclodiram às 72 horas. Foram estabelecidas condições laboratoriais: temperatura da sala de incubação, pH da água e alimentação artificial, fotoperíodo e técnicas de manejo de larvas e ovos. De acordo com os resultados obtidos, foram gerenciados todos os ciclos de vida em condições de laboratório que podem propor o uso dessa espécie como material biológico potencial para bioensaios de toxicidade.
Biblioteca responsável: BR68.1