Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

First report of Davaneidae and Strongylida parasitizing Ramphocelus carbo (Aves: Passeriformes: Thraupidae) in the southwest of the Brazilian Amazon region / Primeiro relato de Davaneidae e Strongylida parasitando Ramphocelus carbo (Aves: Passeriformes: Thraupidae) no sudoeste da Amazônia brasileira

Souza, Leandro Siqueira de; Guilherme, Edson; Gul, Saba; Andrade, Angela Maria Fortes de; Santos, Francisco Glauco de Araújo.
R. bras. Parasitol. Vet.; 29(1): e016719, 2020. tab, ilus
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-24412

Resumo

In Brazil, species of the genus Ramphocelus with the presence of various endoparasites have already been reported. Coccidia have been the parasites most frequently found. All species of this genus have similar habitats and ecological niches, which makes parasite transmission easy. The aim of this study was to diagnose the presence of endoparasites in fecal samples from specimens of Ramphocelus carbo that were caught in the Cazumbá-Iracema Extractive Reserve (Cazumbá Resex), in the State of Acre. The specimens (n = 30) were caught in mist nets arranged in different ecosystems of the Reserve. After identification, the bird specimens were placed in cloth bags for a maximum of 30 minutes to collect feces. Among the 22 samples collected, 63.63% (n = 14) were positive for endoparasites. The coccidia were the parasites most frequently. Helminths belonging to Ascaridiidae (Nematoda), Strongylida (Nematoda) and Davaneidae (Cestoda) were recorded for the first time in R. carbo in the State of Acre. Parasites belonging to Strongylida and Davaneidae were recorded for the first time in a species of Ramphocelus. These findings add information on the parasitic fauna of wild birds, since in the Amazon region there are few studies on this subject.(AU)
No Brasil, espécies do gênero Ramphocelus ja foram relatadas com a presença de vários endoparasitos, sendo os coccídios os parasitos mais frequentes. Todas as espécies do gênero possuem habitats e nichos ecológicos semelhantes, facilitando a transmissão desses parasitos. O presente estudo teve como objetivo diagnosticar a presença de endoparasitos em amostras fecais de Ramphocelus carbo capturadas na Reserva Extrativista Cazumbá-Iracema (Resex do Cazumbá), localizada no estado do Acre. Os espécimes (n=30) foram capturados em redes de neblina dispostas em diferentes ecossistemas da Reserva. Após a identificação das aves, os espécimes foram colocadas em sacos de pano por no máximo 30 minutos para coleta das fezes. Das 22 amostras coletadas, 63,63% (n = 14) foram positivas para endoparasitas. Os coccídíos foram os parasitos mais frequentes. Os helmintos Ascaridiidae (Nematoda), Strongylida(Nematoda) e Davaneidae (Cestoda) foram registrados pela primeira vez em R. carbo, no estado do Acre. Strongylida e Davaneidae são registrados pela primeira vez em uma espécie pertencente a Ramphocelus. Esses achados acrescentam informações sobre a fauna parasitária de aves silvestres, pois na Amazônia existem poucos estudos nessa área.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1