Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Molecular detection of Ehrlichia canis and Anaplasma platys in dogs from municipality of Belém, State of Pará, Brazil / Detecção molecular de Ehrlichia canis e Anaplasma platys em cães do município de Belém, Estado do Pará, Brasil

Brandão, Verucia Maria Dias; Barrozo, Pedro Henrique Marques; Sousa, Luciane Oeiras; Santos, Rafaelle Cunha dos; Schwanke, Katiane; Sampaio Junior, Francisco Dantas; Prado, Welton Seabra; Amaral, Alessandra Scofield; Cavalcante, Gustavo Góes.
Ci. Rural; 49(12): e20190414, Nov. 4, 2019. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-24757

Resumo

The occurrence of diseases transmitted by ticks in dogs is very frequent in Brazil, among these diseases we can highlight the ehrlichiosis and anaplasmosis, which are caused by Ehrlichia canis and Anaplasma platys, respectively. The objective of this study was to survey the occurrence of these pathogens in blood samples from domiciled and stray dogs from the city of Belém, Pará. Two hundred and seventy six dogs were sampled for convenience, and the DNA extracted from the blood of these animals was submitted to nested-PCR for research of E. canis and A. platys. E. canis DNA was detected in 39.4% (109/276) and A. platys DNA in 23.1% (64/276) of the samples, there was a statistically significant difference between the frequency of these agents (P<0.0001), and there was coinfection in 13.4% (37/276) of animals. The frequency of detection of these parasites was higher in stray dogs than in those domiciled for both E. canis (OR=2.84) and A. platys (OR=10.5). Considering the results, it was possible to conclude that E. canis and A. platys are present in the studied population, with stray dogs being more affected by these parasites.(AU)
A ocorrência de doenças transmitidas por carrapatos em cães é muito frequente no Brasil, dentre estas enfermidades podemos destacar a erliquiose e a anaplasmose, que são causadas por Ehrlichia canis e Anaplasma platys, respectivamente. O objetivo deste trabalho foi fazer um levantamento da ocorrência destes patógenos em amostras de sangue de cães domiciliados e errantes do município de Belém, Pará. Foram amostrados 276 cães por conveniência, sendo que o DNA extraído do sangue desses animais foi submetido à nested-PCR para a pesquisa de E. canis e A. platys. O DNA de E. canis foi detectado em 39,4% (109/276), e o DNA de A. platys em 23,1% (64/276) dos cães amostrados. Houve diferença estatisticamente significante entre a frequência desses agentes (p<0,0001), pois foi encontrada coinfecção entre os agentes em 13,4% (37/276) dos animais. A frequência de detecção desses parasitos foi maior em cães errantes do que nos domiciliados tanto para E. canis (OR=2,84) quanto para A. platys (OR=10,5). Diante dos resultados, foi possível concluir que E. canis e A. platys estão presentes na população canina estudada, sendo os cães errantes mais acometidos por esses parasitos.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1