Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Morfometria dos meniscos lateral e medial na articulação femorotibial de equinos / Morphometry of the lateral and medial meniscus in the equine femorotibial joint

Barbosa, A. B. S; Lima, R. R; Sousa, R. S; Farias, E. L. P.
Arq. bras. med. vet. zootec; 71(4): 1179-1186, jul.-ago. 2019. tab, graf, ilus
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-25238

Resumo

As lesões dos meniscos são uma das principais causas de dor e claudicação em equinos. O objetivo do presente estudo foi avaliar a morfometria dos meniscos da articulação femorotibial de equinos. Foram utilizados 48 meniscos de 12 animais de ambos os sexos, com idade entre cinco e 15 anos e com peso entre 400kg e 500kg. A medida da extensão periférica compreendeu desde a parte mais cranial à mais caudal e denominou-se circunferência externa (CE). A margem interna, com o mesmo tratamento, foi chamada de circunferência interna (CI). Os meniscos foram divididos em terços craniais, médios e caudais. A espessura foi obtida nos pontos médios de cada terço. Foi calculada a área dos meniscos em contato com os côndilos femorais. O menisco medial apresentou maior CE com média de 126,38mm, enquanto o menisco lateral apresentou média de 115,32mm. O menisco lateral mostrou maior espessura nos terços médio e caudal, com valores médios de 16,00mm e 19,85mm, respectivamente, contra 13,75mm e 14,99mm dos meniscos mediais. Os resultados deste estudo mostraram relação importante entre os dados morfométricos e os achados clínicos na tentativa de explicar a maior incidência de lesões envolvendo o menisco medial.(AU)
Meniscal lesions are one of the main causes of pain and lameness in horses. The objective of this study was to evaluate the morphometry of the meniscus of the femorotibial joint of horses. 48 meniscus were used from 12 animals, aged between five and 15 years and weighing between 400kg and 500kg. The measurement of the peripheral extension went from the most cranial part to the most caudal, denominated external circumference (CE). The internal margin, with the same treatment, was called internal circumference (IC). The meniscus was divided into cranial, middle and caudal thirds. The thickness was obtained at the midpoints of each third. The area of the meniscus in contact with the femoral condyles was also calculated. The medial meniscus presented a higher CE with a mean of 126.38mm, while the lateral meniscus presented a mean of 115.32mm. The lateral meniscus showed greater thickness in the middle and caudal thirds, with mean values of 16.00mm and 19.85mm respectively, against 13.75mm and 14.99mm of the medial meniscus. The results of this study showed an important relationship between the morphometric data and the clinical findings in an attempt to explain the higher incidence of lesions involving the medial meniscus.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1