Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Influência da dificuldade de inseminação, temperamento e cortisol plasmático sobre a taxa de concepção de vacas e novilhas da raça Nelore inseminadas em tempo fixo / Influence of difficulty of insemination, temperament and plasma cortisol on conception rate of Nelore cows and heifers in timed AI

Oliveira, L. Z; Silva, A. G; Noronha, I. M; Oliveira, C. S; Monteiro, F. M; Peres, R. F. G; Graff, H. B; Rodrigues, A. L. R; Brandão, F. Z.
Arq. bras. med. vet. zootec; 71(5): 1459-1468, set.-out. 2019. tab, graf
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-25286

Resumo

O objetivo do presente experimento foi avaliar efeito do estresse e da dificuldade de inseminação (DifIA) sobre a taxa de concepção (TC) de vacas (n=93) e novilhas (n= 72) Nelore submetidas à IATF. No D9, anotou-se nota de temperamento (NTe) e tempo da saída do brete (TSB) de todos os animais e coletou-se sangue das novilhas. No dia da IATF (D11), anotou-se NTe, TSB, DifIA e tempo de IA. A TC foi 36% para vacas e 46% para novilhas (P>0,05). Não foi observado efeito de Nte sobre TC (P>0,05). Porém, houve tendência para maior (P<0,10) TC nos animais que não apresentaram dificuldade de inseminação (DifIA1; TP=42%) em comparação aos animais com moderada ou alta dificuldade (DifIA2+DifIA3; TP=27%). Foi observado menor (P<0,05) tempo de IA para animais DifIA1 (17:31±06:02s) que animais DifIA2-3 (30:10±15:45s). Novilhas com maiores (P<0,05) níveis de cortisol apresentaram maior NTe (P<0,05). Entretanto, TC (59%) das novilhas menos reativas (cortisol=4,12±1,12ng/mL; NTe=3,2±0,6) não diferiu da TC (41%; P>0,05) das mais agitadas (cortisol=7,76±1,33ng/mL; NTe=3,82±0,79). Concluiu-se que avaliações de temperamento se relacionaram com nível de estresse, embora esses parâmetros não tenham afetado a TC deste trabalho. A maior dificuldade e/ou tempo necessário para se completar a IA demonstrou ser um potencial fator para a redução da fertilidade na IATF.(AU)
The objective was to evaluate the influence of stress and difficulty of insemination (DifIA) on conception rate (CR) of Nellore cows (n= 93) and heifers (n= 72) in Timed-AI. On D9, temperament (NTe) and time for chute exit (TSB) were recorded for all animals, and blood samples were colected from heifers. On the day of Timed-AI (D11), NTe, TSB, DifIA and time for AI were recorded. For cows, CR was 36% and for heifers 46% (P> 0.05). No effect (P> 0.05) of NTe was observed on CR. However, a tendency (P< 0,10) for higher CR was observed in animals with no difficulty for insemination (DifIA1; CR=42%) compared to animals that presented moderate or high difficulty (DifIA2+DifIA3, CR=27%). Time required for AI was lower (P< 0.05) in animals DifIA1 (17:31±06:02sec) than in animals DifIA2-3 (30:10±15:45sec). Heifers with greater (P< 0.05) cortisol levels presented higher Nte (P< 0.05). However, CR (59%) of less reactive heifers (cortisol=4,12±1,12ng/mL; NTe=3,2±0,6) did not differ from CR (41%; P> 0.05) of stressed animals (cortisol=7,76±1,33ng/mL; NTe=3,82±0,79). It was concluded that assessments of temperament were related to stress level, although these parameters did not affect the CR of this study. However, the higher difficulty and/or time to complete AI showed to be a potential factor for reducing fertility after timed-AI.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1