Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Effect of Rolipram on in vitro maturation, gene expression and embryonic development in bovines / Efeito de rolipram na maturação in vitro, expressão gênica e desenvolvimento embrionário em bovinos

Santana, B. B; Sobral, G. G; Gomes, E. T; Batista, A. M; Teixeira, L. P. R; Tavares, K. C. S; Bertolini, M; Carneiro, G. F.
Arq. bras. med. vet. zootec; 71(5): 1433-1444, set.-out. 2019. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-25300

Resumo

The aim of this work was to evaluate the effect of the Rolipram during the maturation of bovine oocytes and gene expression of embryos produced in vitro. Bovine ovaries were collected in slaughterhouse. The COCs were selected and divided into 5 groups: Control 0 time; Control: IVM for 24 hours; Rolipram treatments with IVM blocking for 24 hours in maturation medium containing (100, 150 and 200µM). After 24 hours all groups were reseated in IVM for another 24 hours. Subsequently COCs were subjected to the same IVM system and fertilized, being checked for cleavage post fertilization and for blastocyst. In addition, performed expression of the following genes: Mater, BMP15 and Bax. No difference was found in gene expression. Of oocytes evaluated shortly after follicular aspiration, 79.00% were in GV, GVBD, MI, while 13.40%, were in MII and 7.60%, D/NI. Significant difference was observed in different concentrations (T100, T200 and T150µM) in oocytes that have reached the MII phase compared to control treatments (P= 0.003). Differences were observed in cleavage rate (P< 0.05) between T150 and T200 when compared to the C/24 Group. A high difference was observed on blastocyst rate (P< 0.001) among treatments compared to the control group.(AU)
O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito do rolipram durante a maturação de oócitos bovinos, expressão gênica e embriões produzidos in vitro. Os ovários bovinos foram coletados no matadouro. Os COCs foram selecionados e divididos em cinco grupos: controle 0 tempo; controle: MIV por 24 horas; tratamentos rolipram com bloqueio MIV por 24 horas em meio de maturação contendo 100, 150 e 200µM. Após 24 horas, todos os grupos foram recolocados em MIV por mais 24 horas. Subsequentemente COCs foram submetidos ao mesmo sistema MIV e fertilizados, sendo avaliada a taxa de clivagem e de blastocisto, além da expressão dos seguintes genes: Mater, BMP15 e Bax. Nenhuma diferença foi observada na expressão gênica. Dos oócitos avaliados logo após a aspiração folicular, 79,0% estavam em GV, GVBD, MI, enquanto 13,40% estavam em MII, e 7,60% em D/NI. A diferença significativa foi observada em diferentes concentrações (T100, T200 e T150µM) em oócitos que atingiram a fase MII em comparação aos tratamentos de controle (P=0,3). Diferenças foram observadas nas taxas de clivagem (P<0,5) entre T150 e T200 quando comparadas com as taxas do grupo C/24. Uma grande diferença foi observada na taxa de blastocisto (P<0,1) entre os tratamentos em relação ao grupo controle.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1