Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Serological and molecular investigation of Leishmania spp. infection in cats from an area endemic for canine and human leishmaniasis in Northeast Brazil / Investigação sorológica e molecular da infecção por Leishmania spp. em gatos provenientes de uma área endêmica para leishmaniose canina e humana no nordeste brasileiro

Bezerra, José Artur Brilhante; Oliveira, Ilanna Vanessa Pristo de Medeiros; Yamakawa, Ana Carolina; Nilsson, Mariana Guimarães; Tomaz, Klívio Loreno Raulino; Oliveira, Kalyne Danielly Silva de; Rocha, Célio Souza da; Calabuig, Cecília Irene Perez; Fornazari, Felipe; Langoni, Helio; Antunes, João Marcelo Azevedo de Paula.
R. bras. Parasitol. Vet.; 28(4): 790-796, 2019. ilus, tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-25462

Resumo

The aim of this study was to investigate the occurrence of Leishmania spp. antibodies, and its association with feline immunodeficiency virus (FIV) and feline leukemia virus (FeLV), in domestic cats from an area endemic for canine and human leishmaniasis in Rio Grande do Norte State, Brazil. Ninety-one cats were subjected to a complete clinical exam, and blood samples were collected. An epidemiological questionnaire was used to investigate the risk factors. IgG anti-Leishmania spp. antibodies were detected by immunofluorescence antibody test (IFAT), with a cut-off value of 1:40. Polymerase chain reaction (PCR) was performed to detect genetic material of Leishmania spp. in the blood samples. The presence of antibodies against FIV and antigens of FeLV was evaluated using an immunochromatographic test. Seropositivity for Leishmania spp., FIV, and FeLV was observed in 14/91 (15.38%), 26/91 (28.57%), and 3/91 (3.29%) cats, respectively. All samples gave negative results on PCR analysis. Based on these data, no significant statistical association was observed between seropositivity for Leishmania spp., and sex, age, presence of clinical signs, evaluated risk factors, and positivity for retroviruses. These findings demonstrated for the first time that cats from Mossoró, Rio Grande do Norte, are being exposed to this zoonosis and might be part of the epidemiological chain of transmission of visceral leishmaniasis.(AU)
O objetivo do presente estudo foi investigar a ocorrência de anticorpos contra Leishmania spp., e sua associação com o vírus da imunodeficiência felina (FIV) e o vírus da leucemia felina (FeLV), em felinos domésticos provenientes de uma área endêmica no estado do Rio Grande do Norte, para a leishmaniose visceral canina e humana. Noventa e um gatos foram submetidos a exame clínico completo e amostras de sangue foram coletadas. Um questionário epidemiológico foi feito para investigar fatores de risco. Anticorpos IgG anti-Leishmania spp. foram identificados por meio da imunofluorescência indireta (RIFI), adotando-se como ponto de corte a diluição de 1:40. A reação em cadeia da polimerase (PCR) foi executada visando detectar o material genético de Leishmania spp. a partir de amostras de sangue total. Para avaliar a presença de anticorpos contra o FIV e antígenos do FeLV foi utilizado um teste imunocromatográfico. Observou-se soropositividade em 14/91 (15,38%), 26/91 (28,57%) e 3/91 (3,29%) animais para Leishmania spp., FIV e FeLV, respectivamente. Nenhuma amostra foi positiva na PCR. Baseado nestes dados, não foi observada nenhuma associação estatística significativa entre a soropositividade para Leishmania spp. e gênero, idade, presença de sinais clínicos, fatores de risco avaliados e positividade para as retroviroses. Esses achados demonstram pela primeira vez que felinos da cidade Mossoró, Rio Grande do Norte, estão sendo expostos a esta zoonose, sugerindo que os mesmos podem estar participando da cadeia epidemiológica de transmissão da leishmaniose visceral.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1