Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Molecular detection of Rickettsia genus in chigger mites (Trombidiformes: Trombiculidae) collected on small mammals in southeastern brazilian / Detecção molecular do gênero Rickettsia em ácaros trombiculídeos (Trombidiformes: Trombiculidae) coletados em pequenos mamíferos do sudeste brasileiro

Jacinavicius, Fernando de Castro; Bassini-Silva, Ricardo; Muñoz-Leal, Sebastián; Welbourn, Cal; Ochoa, Ronald; Labruna, Marcelo Bahia; Barros-Battesti, Darci Moraes.
R. bras. Parasitol. Vet.; 28(4): 563-568, 2019. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-25543

Resumo

Chiggers are ectoparasites of vertebrates and may cause trombiculiasis or transmit pathogens to their hosts. Specimens collected from rodents and marsupials were morphologically identified as Herpetacarus hertigi, Eutrombicula tinami, Kymocta sp., Quadraseta brasiliensis, Quadraseta falconensis, Quadraseta flochi, Quadraseta mackenziei, Quadraseta pazca, Quadraseta trapezoides, Quadraseta sp., Serratacarus sp., and Trombewingia bakeri. These mites were submitted individually to molecular analyses for the detection of bacteria of the genus Coxiella, Hepatozoon and Rickettsia. Samples were positive to Rickettsia only. Obtained sequences for the gltA (350 pb) and ompA (488 pb) genes were identical to Candidatus Rickettsia colombianensi, a species previously detected in ticks. In addition, molecular identification of mites based on 18S rDNA sequences are provided for H. hertigi, Kymocta sp., Q. brasiliensis, Q. pazca, Q. trapezoides, Quadraseta sp., and T. bakeri for the first time. This is the first report of the detection of a Rickettsia sp. in chigger mites collected on rodents in Brazil.(AU)
Os trombiculídeos são ectoparasitas de vertebrados e podem causar trombiculíase ou transmitir patógenos ao hospedeiro. Exemplares coletados em roedores e marsupiais foram identificados morfologicamente como Herpetacarus hertigi, Eutrombicula tinami, Kymocta sp., Quadraseta brasiliensis, Quadraseta falconensis, Quadraseta flochi, Quadraseta mackenziei, Quadraseta pazca, Quadraseta trapezoides, Quadraseta sp., Serratacarus sp. e Trombewingia bakeri. Estes ácaros foram submetidos individualmente à análise molecular para detecção de bactérias dos gêneros Coxiella, Hepatozoon e Rickettsia. Amostras foram positivas somente para Rickettsia. Sequências obtidas para os genes gltA (350 pb) e ompA (488 pb) foram idênticas à Candidatus Rickettsia colombianensi, uma espécie anteriormente detectada em carrapatos. Além disso, foram fornecidas sequências de DNA 18S para identificação molecular de H. hertigi, Kymocta sp., Q. brasiliensis, Q. pazca, Q. trapezoides, Quadraseta sp. e T. bakeri. Este é o primeiro registro da detecção de Rickettsia em ácaros trombiculídeos coletados em roedores do Brasil.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1