Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

A retrospective study of reproductive disorders in female dogs from the city of Uberlândia, Minas Gerais, Brazil / Estudo retrospectivo de desordens reprodutivas em cadelas no município de Uberlândia, Minas Gerais, Brasil

Costa, Alisson Souza; Silva, Meire Ellen Mendes; Santos, Thaisa Reis dos; Bisinoto, Mariana Barbosa; Tsuruta, Suzana Akemi; Borges, Stefânia Beatriz Alves; Barbosa, Sara Pedrosa Franco; Alves, Aracelle Elisane; Mundim, Antonio Vicente; Headley, Selwyn Arlington; Saut, João Paulo Elsen.
Semina Ci. agr.; 40(5,supl.1): 2299-2308, 2019. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-25661

Resumo

Diseases of the reproductive system are common in both sexes in the most varied of species. In female dog, these diseases produce different degrees of morbidity and mortality and are influenced by environmental conditions, reproductive history, and previous drug treatments. Reproductive disease may have different consequences, ranging from the absence of clinical signs to the impairment of fertility. The objective of this study was to determine the causes of reproductive diseases in female dogs admitted to the Veterinary Hospital, Federal University of Uberlândia, during a six-year period (2012-2017) and to identify the most frequently occurring diseases. Information relative to the species, age, breed, and sex of 32,944 were obtained for animals. Of these, 16,480 were female dogs and 1,185 were diagnosed with alterations to the reproductive system. The animals were divided into four groups according to age (puppies, young adults, adults, and old) and disease of the reproductive system (Group 1 - vaginal and vulvar alterations; Group 2 - alterations to the estrous cycle, ovary, and uterus; Group 3 - alterations to the gestational period and parturition). The highest occurrence of diagnoses (47%) was recorded in young adult female dogs (1 to 5 years old). The most frequent alterations in female dogs were pyometra (48.8%), dystocia (13.6%), and transmissible venereal tumor (TVT) (12.6%). Crossbred dogs were the most affected with alterations to the reproductive system, representing 60% of all the female dogs diagnosed with any pathologic alteration. In conclusion, a 7.2% occurrence of reproductive disorders shows the relevance of these diseases in small animals and suggests that new methods are needed for the prevention, early diagnosis, and treatment of these disorders.(AU)
Enfermidades do sistema reprodutor são comuns, para ambos os sexos, nas mais variadas espécies. Em cadelas estas doenças têm diferentes graus de morbidade e mortalidade e são influenciadas por condições ambientais, histórico reprodutivo e tratamentos prévios com fármacos. As afecções reprodutivas podem gerar consequências distintas, variando desde a ausência de sinais clínicos até o comprometimento da fertilidade do animal. Objetivou-se determinar a casuística das enfermidades reprodutivas de cadelas atendidas no Hospital Veterinário da Universidade Federal de Uberlândia, durante seis anos de avaliação (2012-2017), a fim de identificar quais enfermidades eram mais frequentes. Para tanto, foram consultadas informações sobre espécie, idade, raça e sexo de 32.944 animais. Destes, 16.480 eram fêmeas caninas e 1.185 foram diagnosticadas com alterações no sistema reprodutivo. Os animais foram divididos de acordo com a idade em quatro grupos (filhotes, adultos jovens, adultos e idosos); e com as enfermidades do sistema reprodutivo (Grupo 1 - alterações de vagina e vulva; Grupo 2 - alterações de ciclo estral, ovário e útero; Grupo 3 - alterações do período gestacional e parto). As médias de idades que apresentaram maior ocorrência de diagnósticos foram em cadelas adultas jovens (1 a 5 anos) com 47%. As patologias mais frequentes em fêmeas caninas foram a piometra (48,8%), distocias (13,6%) e Tumor Venéreo Transmissível (TVT) (12,6%). Os animais mestiços (SRD) foram os mais acometidos por distúrbios do sistema reprodutor, representando 60% do total de fêmeas diagnosticadas. Concluiu-se que a ocorrência de 7,2% de desordens reprodutivas mostra a relevância dessas doenças na clínica de pequenos animais e contribui para o reconhecimento de que novos métodos de prevenção, diagnóstico precoce e tratamento dessas desordens são necessários.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1