Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Evaluation of optimal storage time of tuberculous lesions stored in sodium borate / Avaliação do tempo de armazenamento do borato de sódio na conservação de lesões tuberculosas

Morato, Flávia; Ikuta, Cássia Yumi; Gonçales, Amane Paldês; Souza, Gisele Oliveira de; Amaku, Marcos; Cortez, Adriana; Heinemann, Marcos Bryan; Ferreira Neto, José Soares.
Semina Ci. agr.; 37(5, supl. 2): 3685-3692, 2016. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-26231

Resumo

Preservation of specimens during transportation between abattoirs and diagnostic laboratories defines a critical stage in the definitive diagnosis of bovine tuberculosis by the isolation of Mycobacterium bovis. A 2-step study was designed to verify the maximum time that tissue samples can be stored in saturated sodium borate solution (SSB) with the highest detection of M. bovis isolates. Ninety hamsters were inoculated intraperitoneally with a suspension of M. bovis strain AN5 and were humanely euthanized after 40 days. Their spleens were collected and stored in SSB during four distinct periods (30, 60, 90 and 120 days) with incubation at two temperatures (27C and 37C). The control group was cultured on the day of euthanasia. Sixty-nine suspected tuberculous lesions samples were collected in the abattoir and were stored in SSB for three periods (30, 60 and 90 days) at 27C in the laboratory. The bovine control group was cultured on the day of entry in the laboratory. Both experiments were analyzed separately based on the growth proportion of isolates and the number of colonies. SSB was able to maintain the viability of most M. bovis at high temperatures for up to 30 days. A progressive decline was observed with other storage periods at 27C, and no growth was obtained after 60-day storage at 37C. Despite the loss in viability of M. bovis, SSB is the most favorable choice to preserve specimens during transportation across a large country with high variation in environmental temperature. The sensitivity of M. bovis detection by bacteriological examination is inversely proportional to storage time. Therefore, the storage of tuberculous lesion specimens in SSB is recommended to not exceed 30 days at 27°C before cultivation.(AU)
A conservação de espécimes durante o transporte entre abatedouros e laboratórios de diagnóstico define uma etapa crítica no diagnóstico definitivo da tuberculose bovina pelo isolamento de Mycobacterium bovis. Um estudo de duas fases foi delineado para verificar o tempo máximo de armazenamento que amostras teciduais podem ser mantidas em solução saturada de borato de sódio (SSB) com a mais alta detecção de isolados de M. bovis. Noventa hamsters foram inoculados com suspensão de M. bovis cepa AN5 por via intraperitoneal e, após 40 dias, submetidos à eutanásia humanitária. Os baços foram coletados, armazenados em SSB por quatro períodos distintos (30, 60, 90 e 120 dias) e incubados a duas temperaturas (27 e 37C). O grupo controle foi cultivado no mesmo dia da eutanásia. Sessenta e nove amostras de lesões suspeitas de tuberculose foram coletadas em abatedouro e armazenadas em SSB por três períodos (30, 60 e 90 dias) a 27C no laboratório. O grupo controle bovino foi cultivado no dia da entrada no laboratório. Ambos os experimentos foram analisados separadamente baseados na proporção de crescimento de isolados e no número de colônias. A SSB foi capaz de manter a maioria de M. bovis viáveis em altas temperaturas por até 30 dias. Houve um declínio progressivo nos outros períodos de armazenamento a 27C, e não houve crescimento a partir de 60 dias a 37C. Apesar da perda de viabilidade de M. bovis, a SSB é a escolha mais favorável para preservar as amostras durante o transporte em um grande país com alta variação de temperatura ambiente. A sensibilidade de detecção de M. bovis por exames bacteriológicos é inversamente proporcional ao tempo de armazenamento. Portanto, é recomendado que o armazenamento de amostras de lesões tuberculosas em SSB não exceda 30 dias a 27°C antes do cultivo.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1