Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Effect of herbicides on wild radish and seed germination / Eficácia de herbicidas na dessecação de nabiça e sua ação na germinação de sementes

Vitorino, Hermeson dos Santos; Campos, Caio Ferraz de; Martins, Dagoberto.
Semina Ci. agr.; 35(3): 1109-1118, May.-June.2014. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-26290

Resumo

The study was conducted to evaluate the efficacy of herbicides in desiccation Raphanus raphanistrum (wild radish) in different application times and their effects on weed seed germination. The experimental had a randomized block design with three replications. The herbicides used were: glyphosate (360; 720; and 1080 g ha-1), 2,4-D (335; 670; and 1005 g ha-1), glyphosate + 2,4-D (360 + 335; 720 +670; and 1080 + 1005 g ha-1). Spraying was conducted at three different times: 1st season (full bloom) at 62 days after emergence (DAE), 2nd season (beginning of pod formation) at 92 DAE and 3rd season (end of pod formation) at 108 DAE. At 14, 21, 28, 35, and 42 days after application (DAA), the desiccation was evaluated visually, and 42 DAA dry mass of shoots and seeds of the 2nd and 3rd times were collected for the test of germination. All chemical treatments tested were effective in controlling the plants of wild radish in the 1st and 2nd times, but in the 3rd time doses of 2,4-D applied singly were not effective and only the highest dose of glyphosate applied singly or in mixture provided a total plant control. In terms of percentage, the reduction in dry matter of plants was higher with the application of larger doses of chemical treatments. The herbicides affected the germination of seeds of wild radish, and the herbicide 2,4-D provided greater reduction in germination in the 2nd and 3rd seasons.(AU)
O estudo foi realizado com o objetivo de avaliar a eficácia de herbicidas na dessecação de Raphanus raphanistrum (nabiça) em diferentes épocas de aplicação e sua ação sobre a germinação das sementes dessa planta daninha. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao acaso, com três repetições. Os herbicidas utilizados foram: glyphosate (360, 720 e 1.080 g ha-1), 2,4-D (335, 670 e 1.005 g ha-1), glyphosate + 2,4-D (360 + 335, 720+670 e 1.080 + 1.005 g ha-1). A pulverização foi realizada em três épocas diferentes: 1ª época (pleno florescimento) 62 dias após a emergência (DAE), 2ª época (início da formação de vagens) 92 DAE e 3ª época (final da formação de vagens) 108 DAE. Aos 14, 21, 28, 35 e 42 dias após a aplicação (DAA), foi avaliada a dessecação visualmente e, aos 42 DAA a massa seca da parte aérea e as sementes da 2ª e 3ª épocas foram coletadas para a realização do teste de germinação. Todos os tratamentos químicos testados foram eficientes no controle das plantas de nabiça nas 1ª e 2ª épocas, porém na 3ª época as doses de 2,4-D aplicadas isoladamente não foram eficientes e apenas a dose maior de glyphosate aplicada de forma isolada ou em mistura proporcionou um controle total das plantas. Percentualmente, a redução da massa seca de plantas foi maior com a aplicação das doses maiores dos tratamentos químicos. A aplicação dos herbicidas afetou o processo germinativo das sementes de nabiça, sendo o herbicida 2,4-D proporcionou maior redução na germinação da 2ª e 3ª épocas.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1