Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Development of races of Passalora sojina on different substrates and light regimes / Desenvolvimento de Passalora sojina em diferentes meios de cultura e regimes luminosos

Camera, Juliane Nicolodi; Deuner, Carolina Cardoso; Danelli, Anderson Luiz Durante; Reis, Erlei Melo.
Semina Ci. agr.; 35(4): 1793-1800, July.-Aug.2014. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-26506

Resumo

The leaf frog-eye spot is a disease that often occurs in Argentina and Brazil is becoming important in soy producing regions. The difficulty in achieving inoculum for studies with P. sojina led to the development of this work was to determine the sporulation of races P. sojina in different culture media and light regimes and check difference in sporulation of races of this fungus. The plates with the culture media BDA, STT , AI , V8 and FAA containing the three races of P. sojina were subjected to a photoperiod of 12/12 h (light and dark) and continuous dark. The experimental design was a factorial 5x2x3 (culture medium, light regimes, races of P. sojina) with four replications. The greatest number of conidia cm- 2 of the fungus was found for race 23 in the middle of STT culture and races 24 e 25 in the middle of V8 culture. The fungus race 25, with the largest number of conidia cm-2, regardless of the medium and the light regimen. With respect to light regime for all races of the fungus, the largest esporulation were checked at a photoperiod of 12/12 h. When the fungus was grown in culture medium AI, this had the largest area of the colony, regardless of breed fungus and light regime.(AU)
A mancha foliar olho-de-rã é uma doença que ocorre frequentemente na Argentina e no Brasil vem tornando-se importante em regiões produtoras de soja. A dificuldade em conseguir inóculo para estudos com P. sojina, levou ao desenvolvimento desse trabalho que teve como objetivos determinar a esporulação de raças P. sojina em diferentes meios de cultura e regimes luminosos e verificar diferença na esporulação das raças desse fungo. As placas com os meios de cultura BDA, STT, AI, V8 e FAA contendo as três raças de P. sojina foram submetidas ao fotoperíodo de 12/12 h (luz e escuro) e ao escuro. O delineamento experimental foi fatorial 5x2x3 (meios de cultura, regimes luminosos, raças de P. sojina) com quatro repetições. O maior número de conídios cm-2 do fungo foi verificado para a raça 23 no meio de cultura STT e para as raças 24 e 25 no meio de cultura V8. A raça 25 do fungo, apresentou o maior número de conídios cm-2, independente do meio de cultura e do regime luminoso. Com relação ao regime luminoso, para todas as raças do fungo, as maiores esporulações foram verificadas no fotoperíodo de 12/12 h. Quando o fungo foi cultivado no meio de cultura AI, este apresentou a maior área da colônia, independente da raça do fungo e regime luminoso.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1