Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Presence of ascites in bullfrog breeders reared and kept on a frog farm / Presença de ascite em reprodutores de rã-touro criados e mantidos em ranário

Seixas Filho, J. T; Santana, A. C; Martins, A. C. P. F; Mesquita, E. F. M; Mello, S. C. R. P; Hipolito, M.
Arq. bras. med. vet. zootec; 71(6): 1955-1960, Nov.-Dec. 2019. ilus
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-26599

Resumo

Ascites is a pathology characterized by the extravasation of fluid from blood vessels and its accumulation in the abdominal cavity, caused by several associated factors. In this paper, we report the occurrence of this syndrome in breeding male and female Bullfrogs fed a commercial fish feed with 40% crude protein. Liver malformation was already observed due to lack of protein deposition in adult animals from the same spawning. The culture of ascitic fluid showed absence of bacterial growth. Kidney histopathology showed, in both sexes, a large number of tubular structures with strongly eosinophilic hyaline material suggesting colloid growth in both the cortical region and spinal cord. The analysis also revealed granulomas in various stages of development, many showing central necrotic material. The kidneys, glomerular, were mostly hypoplastic, with enlarged Bowman space, and many were hyalinized or hemorrhagic; the parenchyma showed dystrophic calcification, and many tubules containing fibrinoid material. The liver displayed a large amount of melanomacrophages in the parenchyma and foci of mono-lymphocytic hepatitis and marked cytoplasmic rarefaction, as well as several hepatocytes with pyknotic nuclei and necrotic cells and dissociation of the hepatic trabeculae. Ascites may be caused by the lesions observed in these organs.(AU)
A ascite é uma condição patológica que se caracteriza pelo extravasamento do líquido dos vasos sanguíneos e por seu acúmulo na cavidade abdominal provocado por uma somatória de fatores. É considerada uma síndrome de caráter multifatorial e, uma vez desencadeado o processo ascítico, esse se torna, na maioria dos casos, irreversível. O objetivo deste trabalho foi relatar a ocorrência dessa síndrome em machos e fêmeas reprodutores de rã-touro (Lithobates catesbeianus), alimentados com ração comercial para peixes, com 40% de proteína bruta, durante três anos e já sendo observada má formação de fígado, por falta de deposição proteica, em animais adultos da mesma desova. A cultura do líquido ascítico demonstrou ausência de crescimento bacteriano. Na histopatologia, observou-se, para ambos os sexos, nos rins, grande número de estruturas tubulares com material fortemente eosinofílico e hialino, sugerindo coloide, tanto na região cortical como na medular. Visualizaram-se também granulomas em vários estágios de desenvolvimento, muitos apresentando material necrótico central. Ainda se pôde observar que os aparelhos renais, os glomérulos, em sua maioria, estavam hipoplásicos e com aumento do espaço de Bowman, e muitos hialinizados ou hemorrágicos; além de calcificação distrófica no parênquima e nos dos túbulos, havia material fibrinoide no seu interior. No fígado, pôde-se ver grande quantidade de melanomacrófagos no parênquima e focos de hepatite monolinfocitária e acentuada rarefação citoplasmática, assim como vários hepatócitos com núcleo em picnose e células em necrose e dissociação das trabéculas hepáticas. A causa da ascite pode ser devido às lesões observadas nesses órgãos.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1