Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Comportamento de vacas da raça Holandesa em ordenha robotizada / Behaviour of Holstein cows in robotic milking

Córdova, H. A; Cardozo, L. L; Alessio, D. R. M; Thaler Neto, A.
Arq. bras. med. vet. zootec; 72(1): 263-272, Jan.-Feb. 2020. tab, graf, ilus
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-26627

Resumo

O objetivo do trabalho foi avaliar o comportamento ingestivo de concentrado e de ordenha de vacas em lactação em sistema de ordenha robotizada (SOR) conforme a paridade. O experimento foi realizado de março a junho de 2014, em Castro, PR, com vacas da raça Holandesa, confinadas em free stall, ordenhadas automaticamente e classificadas de acordo com a ordem de parto (1, 2 e +3 partos). Os dados foram extraídos do software de gerenciamento, sendo consideradas as atividades de um dia por mês (24h), por quatro meses, no dia seguinte após a realização do controle leiteiro oficial. Os dados foram analisados por técnicas de análise multivariada (análise fatorial, canônica e de agrupamento), utilizando-se o pacote computacional SAS. O comportamento ingestivo de concentrado influenciou toda a atividade das vacas no SOR, sendo fundamental para o desempenho dos animais nesse sistema. A ordem de parto não influenciou o comportamento na ordenha, somente o comportamento ingestivo, devido à dominância social das vacas multíparas. As vacas mais produtivas apresentaram um comportamento ingestivo mais agressivo. Conclui-se que a ordem de parto influencia o comportamento ingestivo de concentrado, porém não interfere no comportamento de ordenha de vacas com maior paridade. No SOR, primíparas devem ser manejadas em grupo específico.(AU)
The aim of this study was to assess the ingestive behavior of concentrate and milking of dairy cows in automatic milking system (AMS) according to parity. The experiment was conducted from March to June 2014, in Castro, PR, with Holstein cows housed in a free stall, milked automatically, and classified according to the lactation order (1, 2 and +3 lactations). Data were extracted from the management software, considering the activities of one day a month (24 hours) for four months, the day after the official milk production control. The data were analyzed by multivariate analysis (factorial analysis, canonical and cluster), using the statistical package SAS. The ingestive behavior of concentrate influenced the entire activity of the cows in the AMS, being a fundamental factor in the performance of animals in this system. Parity did not influence the milking behavior, only the ingestive behavior, due to the social dominance of multiparous cows. High-yielding cows had a more aggressive ingestive behavior. It was concluded that parity influenced the ingestive behavior of concentrate, but does not interfere in milking behavior in cows with higher parity. In the AMS, primiparous should be managed in a specific group.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1