Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Acute-on-chronic subdural cranial hematoma in a dog: case report / Hematoma craniano subdural crônico-agudizado em um cão: relato de caso

Bonelli, M. A; Silva, I. C. C; Fernandes, T. H. T; Schwarz, T; Costa, F. S.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online); 72(1): 131-135, Jan.-Feb. 2020. ilus
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-26656

Resumo

A ten-month-old male Yorkshire terrier dog was evaluated via CT four months after traumatic brain injury. The head CT scan showed dilated ventricles associated with a peripheral crescent-shaped collection of blood near the right parietal bone with a mineralized area. The visceral layer of the hematoma was hyperattenuating on the native scan and showed moderate contrast enhancement after administration of intravenous iodinated contrast medium. No fractures were identified in the calvarium. These findings were compatible with acute-on-chronic calcified subdural hematoma, which have been described with more detail in humans. This is the first report to include the description of the imaging findings related to this condition using computed tomography in a dog.(AU)
Um cão Yorkshire Terrier, de 10 meses de idade, foi avaliado por tomografia computadorizada, quatro meses após lesão encefálica de origem traumática. A tomografia da cabeça demonstrou dilatação dos ventrículos associada com coleção de sangue periférico, em formato crescente, próxima ao osso parietal direito, com uma área mineralizada interna. A camada visceral do hematoma era hiperatenuante no exame pré-contraste e demonstrou moderado aumento de atenuação radiográfica após a administração de contraste iodado intravenoso. Fraturas no calvário não foram identificadas. Esses achados foram compatíveis com agudização de hematoma subdural crônico calcificado, condição que tem sido descrita com mais detalhes em humanos. Este é o primeiro relato que descreve os achados de imagem, por tomografia computadorizada, em um cão, relacionados a essa condição.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1